Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Ampliação do Centro Cultural de Ceilândia começa a sair do papel



Anseio de mais de 30 anos da comunidade de Ceilândia, a ampliação do Centro Cultural da cidade volta a caminhar. O projeto técnico para a construção do Bloco C, que vai abrigar um cineteatro para 400 lugares, vai sair do papel e a expectativa é de estar pronto em até quinze dias.
“O primeiro passo vai ser dado ainda esse ano. Nós conseguimos que o Governo do Distrito Federal inserisse dentro do orçamento para 2018 uma rubrica no valor de R$ 100 mil para que possam ser abarcados recursos com vistas ao centro cultural”, conta o deputado Chico Vigilante (PT).
A informação foi dada nesta sexta-feira em reunião técnica no local com a participação do diretor de Edificações da Novacap, Márcio Buzar; do Administrador da cidade, Vilson Oliveira; Nancy, do Conselho de Cultura; Nina, do grupo Retomada e de representantes do setor cultural.
Ficou acertada a colaboração entre a Novacap e a administração para apresentar o projeto arquitetônico do Bloco C ainda em dezembro. Na próxima semana serão realizadas reuniões técnicas para finalizar a concepção do espaço.
Somente com o projeto técnico pronto é que a Novacap pode orçar a obra de modo a que o GDF lance a licitação para a construção.
A expectativa é que, com o projeto pronto, o orçamento para a ampliação do Centro cultural fique pronto em 2018. “A gente quer ajudar muito com a expertise de realizar projetos e licitações”, afirmou o diretor da Novacap.
O projeto original é antigo e será necessária uma grande readequação em virtude de questões, como acessibilidade, e do avanço de uma estação do Metrô, que passa ao lado do local.
No projeto original, estavam previstos quatro blocos (com biblioteca, salas para cursos, cineteatro e teatro arena), além de um ginásio esportivo (substituído depois pela Praça da Juventude).
Apenas dois blocos foram construídos (com a biblioteca e as salas). Os teatros nunca saíram do papel.
No espaço destinado anteriormente destinado a um ginásio coberto, foi iniciada a construção da Praça da Juventude. A obra chegou a ser iniciada, mas foi embargada por problemas e atrasos da empresa responsável pela construção.
Os dois blocos do Centro Cultural abrigam a Biblioteca Pública de Ceilândia ‘Carlos Drummond de Andrade’; a Divisão Regional de Cultura; a Divisão Regional de Desporto, Lazer e Turismo; a Brinquedoteca e o Conselho tutelar de Ceilândia.
Fonte: Site pessoal do deputado Chico Vigilante