Projeto Golfinho beneficia cerca de 500 crianças socialmente vulneráveis


Duas vezes por semana, 489 meninos e meninas de 6 a 14 anos, que moram no Sol Nascente, em Ceilândia, no Paranoá e no Itapoã, participam do projeto Golfinho, da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). A iniciativa existe há 14 anos e oferece atividades que trabalham leitura, escrita, raciocínio lógico e esportes, como natação, futebol, corrida, basquete e vôlei.


Segundo a gerente de Qualidade de Vida e Responsabilidade Social da Caesb, Márcia Freire, podem entrar no programa crianças de 6 a 10 anos que estejam em condições de vulnerabilidade social — sob medida protetiva ou em situação de trabalho infantil, por exemplo — e estudem na rede pública. Não há período de inscrição, e a seleção é feita nas Escolas Classes nº 1, do Itapoã; nº 2 e no Centro de Atenção Integral à Criança Santa Paulina, do Paranoá; e nas nº 25, nº 47 e nº 50, de Ceilândia.

Programação
As atividades são realizadas no turno contrário à escola, às terças e quintas-feiras ou às quartas e sextas, nos núcleos de atendimento do Golfinho em Ceilândia, no Itapoã e no Lago Sul. Este funciona por meio de uma parceria com o Centro de Convenções Israel Pinheiro, na QL 32, e é no momento o único local onde se pode ministrar aulas de natação. Nas outras unidades, as piscinas estão em manutenção.


Nas turmas matutinas, a programação começa às 8 horas com café da manhã. Em seguida, formam-se dois grupos: um fica em sala para fazer exercícios propostos pela pedagoga, e outro segue para a educação física. Depois, eles trocam. Às 11 horas, após ter lanchado, os alunos partem nos ônibus oferecidos pela companhia. À tarde, a mesma rotina começa às 13h30 e termina às 16h30.
Recursos
O projeto é mantido pelo Fundo de Assistência Social da Caesb com verba proveniente de multas aplicadas a infratores. O custo anual gira em torno de R$ 1,2 milhão, dinheiro que financia professores, seguranças, uniformes, material de apoio e transporte, entre outros recursos. A equipe de profissionais de educação física, pedagogia e administração é contratada por meio de pregão eletrônico.

Agência Brasília
Projeto Golfinho beneficia cerca de 500 crianças socialmente vulneráveis Projeto Golfinho beneficia cerca de 500 crianças socialmente vulneráveis Reviewed by Diário de Ceilândia on domingo, agosto 23, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.