Com preços mais caros, restaurantes comunitários estão jogados às moscas


O atendimento nos 13 restaurantes comunitários do Governo do Distrito Federal (GDF) caiu pela metade depois que o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) aumentou o preço das refeições. A medida, que passou a valer em 1° de outubro, subiu de R$ 1 para R$ 3 o valor do prato. Desde então, a média de vendas diárias caiu de 29 mil refeições para 14 mil.

Um funcionário do Restaurante Comunitário da Estrutural que pediu para não ser identificado confirma a queda no movimento. “O nosso pico sempre ocorre nas sextas-feiras. Para se ter uma ideia, na última antes do aumento, vendemos quase 3,2 mil refeições. Nessa sexta (16/10), foram apenas 976.”

Pacote
A mudança é parte do pacote de medidas anunciado pelo governador Rodrigo Rollemberg em setembro com o objetivo de tirar o DF da crise financeira. O socialista precisa alcançar novamente o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), ultrapassado no segundo quadrimestre de 2015.

A justificativa do Executivo para a mudança é que, além do valor nunca ter sido reajustado, o custo de cada refeição é de R$ 6,75 — o que deixava R$ 5,75 para o GDF subsidiar. Para economizar, a opção foi dividir a conta: R$ 3 vão ser pagos pelos consumidores, e o restante (R$ 3,75), pelo governo.

Na Câmara Legislativa, já tramita um projeto de decreto legislativo, de autoria da deputada Liliane Roriz (PRTB), para barrar o aumento nos restaurantes. “É lamentável que o governo tenha optado por isso. Poderia ter tirado de outras fontes, mas não sobrecarregar a classe mais pobre”, disse a parlamentar.

Histórico
O primeiro restaurante comunitário do DF foi inaugurado em Samambaia, em 2001, no governo de Joaquim Roriz. O objetivo era garantir aos trabalhadores de baixa renda e à população em situação de vulnerabilidade social acesso a alimentação adequada a preço baixo. O valor de R$ 1 foi estipulado naquele ano e nunca havia sido reajustado.

Rafaela Lima / Portal Metrópoles

Com preços mais caros, restaurantes comunitários estão jogados às moscas Com preços mais caros, restaurantes comunitários estão jogados às moscas Reviewed by Diário de Ceilândia on sábado, outubro 17, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.