Palavra de distritais não vale nada para Bruna Pinheiro e Agefis passa o trator no Sol Nascente


A semana era para ser mais “tranquila” nas relações entre a Agefis e os condomínios irregulares no Distrito Federal. E para arrefecer os ânimos entrou em campo a Câmara Legislativa. Numa conversa entre os deputados distritais e a diretora da Agência, Bruna Pinheiro, havia sido combinado que os moradores seriam notificados para novas derrubadas. E outra: as demolições estariam suspensa por enquanto. Mas a ação da Agefis no Sol Nascente mostra que nem sempre o combinado verbalmente vira prática.


O distrital Ricardo Vale (PT) soltou uma nota criticando a ação da Agefis. “A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa manifesta sua apreensão com a forma arbitrária e truculenta, segundo testemunhos e registros de moradores desalojados, que vem se observando nas operações de desocupação”, disse em sua página no Facebook.
E de fato, a Agefis mostrou mais uma vez que pretende cumprir as ordens. No Sol Nascente, os servidores da autarquia iniciaram a derruba de uma casa, embora com a família, dona do barraco, no telhado. Nenhum distrital esteve, até o momento, na operação.

Por Guardian DF
Palavra de distritais não vale nada para Bruna Pinheiro e Agefis passa o trator no Sol Nascente Palavra de distritais não vale nada para Bruna Pinheiro e Agefis passa o trator no Sol Nascente Reviewed by Diário de Ceilândia on sexta-feira, novembro 27, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.