Ação impede demarcação de área pública em Ceilândia


Quarenta e sete pessoas foram levadas à Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema), no Complexo da Polícia Civil, nesta segunda-feira (25) por suspeita de grilagem de terra. De acordo com a Polícia Militar, elas foram detidas em flagrante ao demarcar um terreno de 10 mil metros quadrados em área pública. O local, da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), fica na QNR 2 de Ceilândia, próximo ao Setor Habitacional Sol Nascente.

A ação teve início na manhã desta segunda-feira quando policiais militares do 10º batalhão identificaram divisão suspeita do terreno durante ronda pela área. Outros órgãos foram acionados e, por volta das 16 horas, teve início a operação. Com os detidos — 44 adultos e três adolescentes — foram apreendidos carrinho de mão, arame farpado e cercas. Três barracos de lona foram derrubados.

Participaram 25 policiais militares, nove agentes da Polícia Civil e três servidores da Subchefia de Ordem Pública e Social (Sops), da Casa Militar.

*Informações Agência Brasília
Ação impede demarcação de área pública em Ceilândia Ação impede demarcação de área pública em Ceilândia Reviewed by Diário de Ceilândia on segunda-feira, abril 25, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.