Mulher é presa por vender lotes de terreno invadido no Sol Nascente em Ceilândia

Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante acusada de vender lotes de um terreno invadido no Sol Nascente. Cada pedaço de terra era comercializado por R$ 28 mil. Ela concluía um dos trâmites na tarde desta terça-feira (5/4) e foi encontrada pela Polícia Civil (PCDF) após denúncia anônima.

O local invadido é a Chácara 128, um local já cercado e limpo. A mulher presa hoje trabalhava com outras duas pessoas, já detidas, responsáveis tanto pela venda quanto pela manutenção do terreno. O caso era investigado há quatro meses. A perícia será realizada amanhã, e, caso seja comprovado danos à natureza, a quadrilha também deve ser acusada de crime ambiental.

*Informações e imagem Correio Braziliense
Mulher é presa por vender lotes de terreno invadido no Sol Nascente em Ceilândia Mulher é presa por vender lotes de terreno invadido no Sol Nascente em Ceilândia Reviewed by Diário de Ceilândia on terça-feira, abril 05, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro, a honra e o pundonor serão MODERADOS.

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.