Em Ceilândia, mulher trancava filha em quarto escuro por achar que ela estava ‘possuída’


[jornal de Brasília] Duas mulheres foram presas por manter em cárcere privado uma criança de 8 anos. O caso aconteceu em Ceilândia, na noite desta sexta-feira (5), por volta das 19h. Uma das acusadas era a mãe da menina, que acreditava ter “o diabo no corpo” da filha. A outra mulher envolvida, uma pastora evangélica, que teria convencido a mãe de que a criança estava possuída. As duas foram levadas para a 23ª Delegacia de Polícia (P Sul).
De acordo com o policiais militares, chamados pelo Conselho Tutelar da cidade, a menina era torturada em um quarto escuro de um barraco, nos fundos de uma pequena igreja, na QNN 05, em Ceilândia Norte.
Segundo os policiais, ao chega no local, encontraram a vítima trancada, muito assustada, apresentando sinais de desnutrição, desidratação, inflamação na boca e muita fraqueza. A mãe e a pastora presas em flagrante e autuadas por cárcere privado e tortura.
Em Ceilândia, mulher trancava filha em quarto escuro por achar que ela estava ‘possuída’ Em Ceilândia, mulher trancava filha em quarto escuro por achar que ela estava ‘possuída’ Reviewed by Diário de Ceilândia on sexta-feira, agosto 05, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados - diariodeceilandia@gmail.com