Menina que era mantida presa pela mãe em Ceilândia ganha festa ao sair do hospital

[Metrópoles] Foram duas semanas no hospital para se recuperar dos maus-tratos. Mas, nesta sexta-feira (19/8), a menina de 8 anos, que era mantida em cárcere privado pela mãe e uma pastora evangélica, em Ceilândia, poderá finalmente dormir em casa. Após ser libertada pelo Conselho Tutelar e pela Polícia Militar, ela ficará com o pai e a madrasta. Mesmo recuperada da desidratação, a garotinha ainda se movimentava com a ajuda de uma cadeira de rodas, mas estava sorridente durante uma festa para comemorar sua chegada.

Para receber a menina, o pai, parentes, vizinhos e os policiais que ajudaram no caso fizeram uma pequena festa nos fundos da residência, onde a família irá morar. Em parceria, policiais militares, professores, conselheiros tutelares e membros da comunidade também se uniram para reformar o quarto da criança. “Compramos móveis, brinquedos e outros mantimentos. Uma parte só chegará na semana que vem, mas acredito que a ajudará a ter uma vida melhor”, conta o major Márcio Rogério, que resgatou a jovem no início de agosto e participou da festinha.
A festa movimentou a rua onde vive a família. A todo instante pessoas chegavam para transmitir um pouco de carinho à menina. “Apesar de toda a dificuldade, ela está muito bem e até o olhar já está mais alegre, como deve ser”, contou um dos amigos que deixava a festa na noite desta sexta-feira (19). Dentistas e médicos também entraram em contato com a família para oferecer consultas à menina.
Menina que era mantida presa pela mãe em Ceilândia ganha festa ao sair do hospital Menina que era mantida presa pela mãe em Ceilândia ganha festa ao sair do hospital Reviewed by Diário de Ceilândia on sábado, agosto 20, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados