Agricultores de assentamento em Ceilândia recebem contratos de concessão


[Agência Brasília] O governo de Brasília entregou, nesta segunda-feira (19), 22 contratos de concessão de uso probatório para as famílias do Assentamento Distrital Santarém, no Trecho 3 do Sol Nascente, Fazenda Guariroba, em Ceilândia. “Foi preciso combater uma invasão aqui para assegurar a destinação rural dessas terras”, destacou o governador Rodrigo Rollemberg, em alusão à retirada de construções irregulares da área em maio deste ano.

Moradora do local há quase duas décadas, a produtora Alzenir Alves de Oliveira, de 38 anos, acredita que a novidade vai melhorar a qualidade de vida da família. “Agora podemos nos preocupar apenas com o trabalho, sem ter que perder o sono por não saber se a terra é nossa”, comemorou, ao lado do marido, Carlos Oliveira, de 36 anos.

De acordo com o secretário da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal, os contratos fomentam a produção e asseguram a moradia e o acesso aos créditos rurais. “Em dois anos, se os assentados garantirem destinação correta desse local, receberão o contrato de uso definitivo”, explicou. “O próximo passo é buscar infraestrutura e assistência técnica para essas famílias.”

Obrigações dos beneficiados com os contratos no Assentamento Santarém

Ainda de acordo com ele, além das garantias, o acordo prevê obrigações aos agricultores, como a guarda e a proteção do imóvel; o cumprimento da função socioambiental da propriedade rural; e a recuperação, o reflorestamento e a manutenção da área de reserva legal e das áreas de preservação permanente.

Para escoar a produção, o administrador regional de Ceilândia, Vilson José de Oliveira, colocou a Feira do Produtor e Atacadista à disposição das famílias.

Criação do Projeto de Assentamento Distrital Santarém

O Projeto de Assentamento Distrital Santarém foi criado por meio do Decreto nº 36.190, de dezembro de 2014, com área total de 64,24 hectares e capacidade para assentar 25 unidades familiares. As famílias são atendidas pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF).

Na semana passada, a Secretaria da Agricultura distribuiu 2,6 mil mudas de espécies nativas do Cerrado para recuperar a área de reserva legal.


A pasta também demarcou e executou o projeto do assentamento, abrindo com seus maquinários as ruas e vias de acesso, e obteve recursos de emendas parlamentares para captar e distribuir água para consumo humano e irrigação. Foi solicitada à CEB a elaboração do projeto de rede de distribuição de energia elétrica, em fase de construção.
Agricultores de assentamento em Ceilândia recebem contratos de concessão Agricultores de assentamento em Ceilândia recebem contratos de concessão Reviewed by Diário de Ceilândia on segunda-feira, dezembro 19, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados