Motoristas de ônibus escolares do DF param de novo para cobrar dívida



[G1DF] Empresas que prestam serviço de transporte escolar aos alunos da rede pública do Distrito Federal decidiram voltar a paralisar as atividades a partir desta quinta-feira (1º), por tempo indeterminado, para cobrar o pagamento de repasses atrasados que somam R$ 40 milhões. A estimativa é de que até 60 mil crianças e adolescentes sejam prejudicados pela greve. Por telefone, a Secretaria de Educação disse não ter sido comunicada a respeito. O G1 também tentou contato com o Palácio do Buriti, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

Atualmente, 11 empresas realizam as atividades. Elas empregam 1,6 mil funcionários e contam com uma frota de 700 ônibus, que levam os estudantes a mais de 600 instituições de ensino nas áreas urbana e rural. “Os custos financeiros para manutenção da operação são elevadíssimos e diários, tornando o serviço inexequível, ante a desídia da administração em cumprir com os pagamentos pelos serviços já prestados”, disse a Associação das Empresas de Transporte Escolar de Brasília.

Motoristas já haviam cruzado os braços em 31 de outubro pelo mesmo motivo. De acordo com a categoria, as dívidas existem desde 2014: são R$ 3,5 milhões referentes ao primeiro ano; R$ 2,5 milhões a 2015; e R$ 33 milhões a 2016. Na época, a Secretaria de Educação afirmou que o valor total do débito era de R$ 19,5 milhões.

No dia 8 de novembro, deputados distritais criticaram o governo e aprovaram emendas destinadas a amenizar a dívida. A Associação das Empresas de Transporte Escolar afirma que os pagamentos têm sido feitos com atraso igual ou superior a 90 dias e, muitas vezes, são quitadas apenas parte das dívidas. A entidade diz lamentar a situação.

“A continuidade da prestação dos serviços, fica condicionada à liberação de pagamentos atrasados que possam recompor o caixa das empresas para que elas consigam pagar os custos inerentes à operação, bem como elaboração de cronograma de pagamentos de exercícios anteriores ainda não quitados”, declarou.

*Informações do portal G1/DF


Motoristas de ônibus escolares do DF param de novo para cobrar dívida Motoristas de ônibus escolares do DF param de novo para cobrar dívida Reviewed by Diário de Ceilândia on quinta-feira, dezembro 01, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados - diariodeceilandia@gmail.com