Escola de Ceilândia suspende aulas por falta de segurança


[G1-DF] O centro de Ensino Fundamental 28, no Sol Nascente em Ceilândia, suspendeu as aulas por falta de segurança. Professores e funcionários decidiram paralisar as atividades na sexta-feira (24) depois que alunos armados fizeram um arrastão na escola.

A situação foi normalizada apenas com a chegada da Polícia Militar. Segundo funcionários, durante o assalto, outras pessoas pressionavam as grades para tentar invadir o prédio. A Secretaria de Educação informou que haverá um reforço no policiamento e as aulas poderão ser retomadas na quinta-feira (2).

De acordo com o diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal Ilson Veloso, professores já foram ameaçados. “Muitos professores estão com problemas psicológicos aqui, em virtude dessa insegurança.” A Polícia Militar esteve na escola na sexta-feira (24). Os policiais afirmaram que irão intensificar o policiamento e realizar atividades de combate ao crime envolvendo a comunidade.

A avó de um aluno contou que seu neto teve a mochila e a blusa do uniforme roubados na quinta-feira. “Eu vou começar a pagar agora, mês que vem, o material escolar. Comprei no cartão de uma amiga e ele já não tem material, já não tem mais blusa de uniforme, mochila, ele não tem nada.”


Escola de Ceilândia suspende aulas por falta de segurança Escola de Ceilândia suspende aulas por falta de segurança Reviewed by Diário de Ceilândia on sábado, fevereiro 25, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados