Jogador de Ceilândia pede ajuda para participar de torneio de futebol infantil


[Correio Braziliense] No quarto de Davi Guilherme Rezende, 12 anos, o que se vê são bolas de futebol, pôsteres de times brasileiros e estrangeiros e medalhas. Morador de Ceilândia Sul, o garoto tem como ídolos os craques Neymar e Messi, ambos do Barcelona. Tudo isso poderia representar apenas uma admiração pelo esporte, comum à maioria dos garotos. Porém, para ele, o motivo é maior. Davi sonha em atuar como jogador profissional. Os treinos intensos fazem parte da rotina da criança, que, no próximo mês, participará do Go Cup Mundial de Futebol 7 — campeonato que será realizado em Aparecida de Goiânia (GO). O detalhe é que, mesmo a  222km de Brasília, a família não tem condições de arcar com os custos da viagem. E busca apoio de doações para dar o empurrão nos planos de Davi.
 
É nas redes sociais que o pai de Davi, o agente de portaria Emiraldo Silvinio Rezende, começou a campanha para que o menino participe da competição defendendo o time da escolinha do Santos Futebol Clube em Brasília. A família conseguiu pagar a pré-inscrição, mas ainda busca recursos para arcar com hospedagem, alimentação e outras atividades do garoto durante o campeonato, de 8 a 15 de abril. “Além da interação com jogadores de outros times do Brasil e do exterior, vemos a participação no torneio como uma forma de alavancar a carreira dele. É comum ter olheiros observando esses meninos”, aposta Emiraldo.

A mãe, Jaete Rezende, conta que a paixão do filho por futebol começou cedo. “Ele era presenteado com diversos brinquedos, porém, sempre preferia a bola. Percebemos essa aptidão e decidimos colocá-lo em uma escolinha de futebol.” Com quatro irmão, o menino tem apoio da família. “Mesmo com muitos interesses pelos estudos, ele não fala de outra profissão”, completa a representante comercial.

“Já disputei outros campeonatos e, a cada edição, vejo que aprendo mais, principalmente, na questão de saber a qualidade e os defeitos dos outros”, diz Davi. Ele faz parte da escolinha do Santos desde os 7 anos. Esse é, inclusive, o seu clube do coração. A rotina do garoto é pesada. Pela manhã, ele cursa o 7º ano do ensino fundamental, no Centro de Ensino Fundamental 19 de Ceilândia, à tarde e à noite, reveza-se entre as lições de casa e os treinos. “É uma correria que compensa, pois estou buscando meu sonho.” As medalhas são consideradas como degraus para o sucesso de Davi. “Acreditamos muito no potencial dele”, destaca a mãe.

Copa infantil

Esta é a quarta edição do torneio considerado o maior de futebol infantil do país. Para este ano, a expectativa é de 200 equipes participantes de 16 países, 700 jogos e um público estimado de 50 mil pessoas. Participarão da copa, escolinhas de equipes profissionais, como Grêmio, Cruzeiro, Vasco, Santos, Benfica (Portugal), Lazio (Itália), Atlético de Madrid (Espanha) e Kashima Antlers (Japão), além de escolinhas e times formados em colégios.


Quer ajudar?

Caixa Econômica Federal
Emiraldo Silvino Dionísio
Conta poupança: 610152-4
Agência: 00003
Operação: 013
Contato: (61) 998069498
Jogador de Ceilândia pede ajuda para participar de torneio de futebol infantil Jogador de Ceilândia pede ajuda para participar de torneio de futebol infantil Reviewed by Diário de Ceilândia on quarta-feira, março 29, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados - diariodeceilandia@gmail.com