Júri absolve acusado de matar homem que vendeu pó de giz como cocaína em Ceilândia



O Tribunal do Júri de Ceilândia absolveu nesta terça-feira, 31/10, Jackson Alves Borges de Souza, acusado de matar Ivan da Conceição Santos, que teria lhe vendido pó de giz como cocaína.
O crime aconteceu em dezembro de 1999, em Ceilândia/DF, porém, o acusado ficou dezessete anos foragido, vindo a ser preso somente em abril de 2017. Jackson foi pronunciado por homicídio qualificado, por uso de meio que dificultou a defesa da vítima (Artigo 121 § 2º inciso IV do Código Penal). 
Durante a sessão de julgamento, o MPDFT adotou posição de neutralidade em relação à acusação, e a defesa, por sua vez, articulou as teses de legítima defesa, necessidade de absolvição e ausência de qualificadora.
Submetido ao júri popular, o réu foi absolvido pelos jurados.
Júri absolve acusado de matar homem que vendeu pó de giz como cocaína em Ceilândia Júri absolve acusado de matar homem que vendeu pó de giz como cocaína em Ceilândia Reviewed by Diário de Ceilândia on terça-feira, outubro 31, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados