No Hospital de Ceilândia, piolhos de pombos causam transtornos e interdição de leitos na Sala Vermelha



[Por Kleber Karpov] Na tarde de segunda-feira (15/jan), Política Distrital (PD) recebeu denúncia de infestação de piolho de pombo na sala vermelha do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). De acordo com denunciante, que pediu sigilo da identidade, pacientes foram transferidos para outros setores. A denúncia chegou ao PD, após divulgação do problema em um grupo do aplicativo WhatsApp.
“Boa tarde, foram encontrados piolho de pombo na sala vermelha, devido a tal situação, foi comunicado as chefias q ficará fechada p limpeza e dedetização. Aguardando apenas um OK da gestão de leitos p q possamos transferir os pctes p  Enf D da clínica médica. Assim que possível comunicar a Ipanema p realização do serviço. Ficará dois leitos (L2 e 4) na sala amarela p possíveis intercorrências. SAMU e corpo de bombeiros tb estão cientes.(SIC)”, diz a mensagem.
Ainda de acordo com o denunciante. Tal mensagem recebeu, na sequência, a resposta da coordenadora das salas. “Obrigada equipe, pelo empenho na articulação das salas, para resolver o problema da vermelha.”.
Falta de gestão
Para o presidente do Sindicato dos Médicos do DF, Gutemberg Fialho, o caso “continua a  demonstrar” a falta de gestão do secretário de saúde, Humberto Lucena Pereira da Fonseca em relação às unidades de saúde do DF. De acordo com Fialho, na saúde o momento será de investimento no Instituto Hospital de Base (IHBDF) e sucateamento das demais unidades.
“Infelizmente, a população de Ceilândia e do DF ainda vai continuar a assistir, ao longo desse último ano de governo do senhor governador do DF, Rodrigo Rollemberg e desse secretário de saúde [Humberto Fonseca], o descaso e o sucateamento dos hospitais e demais unidades de saúde do DF. No máximo, eles devem se movimentar em torno do Instituto Hospital de Base.”, disparou.
Reincidência
Esta não é a primeira vez que a rede pública de saúde do DF é procurada para oferecer atendimento inusitado. No final de agosto de 2016, o centro Centro Obstétrico do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) foi infestado com a praga.
O que diz a SES
Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SESD-DF), confirmou o problema, explicou que os pacientes foram transferidos para a Sala Amarela e prometeu resolução do problema, em até 48 horas.
“A diretoria administrativa da Região de Saúde Oeste esclarece que, desde final da tarde desta segunda-feira (15), está tomando providências no sentido de sanar a presença de piolhos de pombo na Sala Vermelha do Hospital Regional de Ceilândia. A empresa de limpeza e conservação foi imediatamente acionada e realizou a higienização do local. Haverá, também, dedetização. A previsão é que o espaço esteja liberado em 48h. Os pacientes que estavam no local foram internados na Sala Amarela.”.
Ainda de acordo com a SES-DF, a “Vigilância Ambiental foi acionada fizeram uma inspeção nas áreas interna e externa para detectar possíveis focos ou ninhos de pombos e outras aves. Os Núcleos de Vigilância Epidemiológica e de Controle de Infecção Hospitalar também foram acionados. Não há presença desses insetos em outros setores.”.

No Hospital de Ceilândia, piolhos de pombos causam transtornos e interdição de leitos na Sala Vermelha No Hospital de Ceilândia, piolhos de pombos causam transtornos e interdição de leitos na Sala Vermelha Reviewed by Diário de Ceilândia on terça-feira, janeiro 16, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2010-2018. Tecnologia do Blogger.