TJDFT dá 30 dias para GDF resolver irregularidades na UPA de Ceilândia


O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) deu 30 dias para a Secretaria de Saúde cumprir o acordo firmado com o Conselho Regional de Medicina (CRM-DF) em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para corrigir irregularidades na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia.
O Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) acusou a pasta de descumprir o TAC firmado com o CRM-DF em decorrência de vários problemas encontrados na unidade, como a ausência de estrutura para atendimento de pacientes graves, falta de servidores e manutenção de pacientes de alta complexidade sem previsão de transferência para um hospital.

Entre as exigências do TAC, também estão a proibição, por parte dos gestores da UPA, de encaminhamento de pacientes em estado crítico pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) quando a sala de emergência estiver com a ocupação máxima.
Outras medidas previstas no termo eram determinar aos pacientes que necessitem de cuidados hospitalares que se encaminhem aos hospitais; e tomar medidas efetivas para melhorar o gerenciamento, com recomposição de recursos humanos e materiais, além da redução de conflitos.
O termo acordado entre o CRM e a Secretaria de Saúde também estabelece que a administração da UPA denuncie ao conselho as ausências de servidores, em caso de irregularidades éticas.
O juiz que assinou a decisão, Daniel Carnacchioni, negou a fixação de multa ou quaisquer outras punições nessa fase do processo. A SES-DF terá 30 dias para resolver os problemas apontados pelo CRM, que deverá fazer uma vistoria no local ao fim do prazo. Caso seja constatada omissão no atendimento prestado na unidade, será fixada multa diária.
Por Metrópoles
TJDFT dá 30 dias para GDF resolver irregularidades na UPA de Ceilândia TJDFT dá 30 dias para GDF resolver irregularidades na UPA de Ceilândia Reviewed by Diário de Ceilândia on quarta-feira, abril 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados - diariodeceilandia@gmail.com