Milhares de pessoas marcham em Ceilândia por Jéssyka Laynara e contra o feminicídio


Parentes e amigos marcharam, na tarde deste sábado (12/5), contra o feminicídio, oito dias após o brutal assassinato de Jéssyka Laynara da Silva Souza, 25 anos. A mãe da estudante, Adriana Maria da Silva, 42, organizou o evento, que pede o fim da violência contra mulheres no Distrito Federal.

Segundo a Polícia Civil, cerca de 2 mil pessoas participaram de uma marcha em protesto contra o feminicídio organizada pelos familiares de Jéssyka, no Setor O, em Ceilândia neste sábado (12/5). O ponto de partida foi a casa de Jéssyka, onde ela foi executada com quatro tiros pelo ex-noivo, o soldado da PM Ronan Menezes do Rego, que desde o dia do crime está preso na área reservada a policiais no Complexo Penitenciário da Papuda.

A marcha seguiu pela Via Leste e retornou pela Via Oeste de Ceilândia. A passeata contou com o apoio da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Trânsito (Detran).
Antes da caminhada, familiares da estudante plantaram mudas de árvores ao redor de um campo de futebol que fica na esquina da casa onde vive a família de Jéssyka.
Também estiveram presentes na marcha familiares de Pedro Henrique da Silva, 29. No mesmo dia em que Ronan matou Jéssyka, o PM disparou quatro vezes no professor de educação física. Depois de ficar internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), Pedro passou por cirurgia e recebeu alta nesta quinta-feira (10/5).
Com informações do Metrópoles e Correio Braziliense.
Milhares de pessoas marcham em Ceilândia por Jéssyka Laynara e contra o feminicídio Milhares de pessoas marcham em Ceilândia por Jéssyka Laynara e contra o feminicídio Reviewed by Diário de Ceilândia on sábado, maio 12, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados