Festival que une Rap, Mamulengo e Repente chega em Ceilândia


Em 2018, o projeto Mamulengo de RAPente realiza a sua terceira edição, que começou julho fazendo festa em Taguatinga. Seguindo até o final do mês, nos dias 20 e 22, o Festival irá ocupar a cidade de Ceilândia, com programação de oficinas na Praça do Cidadão e apresentações culturais na Casa do Cantador. A entrada é franca e livre para todos os públicos.

No dia 20, sexta-feira, na Praça do Cidadão, serão oferecidas quatro oficinas que abrangem as três linguagens propostas pelo projeto: o Rap, o Mamulengo e o Repente. Já no domingo, dia 22, a celebração será na Casa do Cantador, das 17h às 23h,  com diversas apresentações culturais e roda de prosa sobre o tema: “Ceilândia - identidade cultural e resistência”.

Entre os destaques da programação, está o Show Encontros, onde o público irá conferir as três linguagens no mesmo palco, em apresentação conjunta com a dupla de repentistas Donzílio Luiz e Valdenor de Almeida, Rafinha Bravoz e Mamulengo Fuzuê. Às 20h, o rapper Markão Aborígine lança seu novo CD, o terceiro da carreira, chamado “Atemporal: o álbum do fim”.

A noite fecha com discotecagem do DJ Palito e durante todo o encontro haverá intervenções poéticas do Sarau-Va, consagrado sarau realizado mensalmente em Ceilândia.



Histórico

Essa é 3ª edição do Mamulengo de RAPente. A estreia foi realizada no ano de 2011, com atividades em diferentes escolas públicas, apresentando o grupo idealizador Mamulengo Fuzuê, o rapper RAPadura Xique-Chico e repentistas da Casa do Cantador. Em 2014, o projeto alcançou espaços culturais de Taguatinga, Ceilândia e Plano Piloto, congregando diversos artistas do DF.

O festival propõe integrar o Rap, o Mamulengo e o Repente, por serem linguagens fortemente presentes na cultura brasileira e na diversidade cultural de Brasília. São artes latentes da nossa gente, unindo diferentes brasis e gerações, com origens distintas, mas, ao mesmo tempo, com singularidades conectadas pelo jogo de palavras, musicalidade, improviso e abordagens de crítica social.




SERVIÇO
Festival Mamulengo de RApente - Ceilândia
Entrada franca
Classificação indicativa livre
Informações: 61 9.8141.5898
Programação completa: www.mamulengofuzue.com.br




CEILÂNDIA

Apresentações Culturais e Roda de Prosa
22 de julho - domingo
Casa do Cantador - QNN 32,  Ceilândia Sul

17h: Roda de Prosa Cultura Popular e Urbana: “Ceilândia - identidade cultural e resistência”
18h: Donzílio Luiz e Valdenor de Almeida
19h: Mamulengo Fuzuê
20h: Markão Aborígine - lançamento do CD “Atemporal: o álbum do fim”
21h: Show Encontros: Rafinha Bravoz, Mamulengo Fuzuê, Donzílio Luiz e Valdenor de Almeida
22h: Dj Palito (residente Sarau-VA)
** Intervenção poética do Sarau-VA durante toda a programação

Oficinas
20 de julho - sexta-feira

Jovem de Expressão - EQNM 18/20, Praça do Cidadão, Ceilândia Norte

16h às 18h: Grafite - Guga Isaías
16h às 18h: Brincando Mamulengo: Manipulação de Bonecos - Thiago Francisco (Mamulengo Fuzuê)
18h às 21h: Rap - Rafinha Bravoz

18h às 21h: Literatura de Cordel - Donzílio Luiz
Festival que une Rap, Mamulengo e Repente chega em Ceilândia Festival que une Rap, Mamulengo e Repente chega em Ceilândia Reviewed by Diário de Ceilândia on quarta-feira, julho 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados - diariodeceilandia@gmail.com