Meio período ou integral?


Pais analisam qual o melhor modelo de ensino para seus filhos

Falta pouco mais de um mês para o final do ano, época em que a decisão de matricular um filho pequeno na creche ou na escola provoca uma certa angústia nos pais. Em geral, essa escolha, além de mudar a rotina da família, causa conflitos nas famílias que terão que lidar com a ansiedade gerada pela separação e as dúvidas em relação ao desenvolvimento da criança fora do ambiente familiar. Nesse período, um dos maiores questionamento é: deixar o pequeno meio período no colégio e outro em casa com alguém de confiança ou matricular em tempo integral?
A escolha nem sempre é fácil. E quanto menor a criança, maior a dúvida. Entretanto, alguns pais não têm escolha e precisam colocar os filhos em período integral logo cedo. Afinal, trabalham o dia todo e não possuem condições de arcar com o salário de uma babá. Outros até possuem a flexibilidade de horário, contam com a ajuda de alguém da família, porém ainda têm dúvidas sobre qual a melhor opção.
A estudante de Medicina Veterinária Ohana Cabral, de 26 anos, nunca teve dúvida entre os dois modelos de ensino. Ela sempre priorizou a escola em meio período e não abre mão que sua filhinha Helena, de 4 anos, também tenha tempo com a família. “Hoje, eu conto com o apoio da minha mãe e acho essencial esse contato no começo da construção de caráter da minha filha”. Ohana deu preferência a uma escola na qual ela já tinha estudando na sua infância. “A escola é perto de minha casa, já estudei lá e conheço todos os funcionários da instituição. Sinto-me muito segura”, pontuou.
A publicitária Mariana Calazans precisou optar pela escola em período integral, mas não se arrepende da escolha. Mãe de Maria Clara, de 1 ano, ela não pode contar com o apoio da família e foi isso que pesou na sua decisão. “Entre ter uma babá e colocar ela no berçário, optei pela segunda opção. Eu não me sentiria segura em saber que minha filha estaria sozinha com alguém que não conheço direito”. Hoje, Mariana colhe todos os pontos positivos dessa escolha. “Sinto o desenvolvimento da minha filha. Não colocaria ela em outro lugar”, assegurou.

Vantagens e desvantagens

Para muitos educadores a escola em meio período proporciona menos estresse na criança se comparado ao período integral. Desse forma, também sobra mais tempo para elas se envolverem em outras atividades que proporcionam descanso e lazer, além de permanecer mais tempo com pais, familiares e amigos. O lado negativo é que esse modelo não permite que as crianças se envolvam em outros programas escolares, já que muitas escolas trabalham com recreação.
Já o período integral proporciona um dia escolar com mais descontração. Com isso, é possível ter uma maior variedade de experiências e, consequentemente, a longo prazo, obter melhores resultados. A criança irá desfrutar de diferentes aulas e cursos que irão agregar no futuro. Porém, dependendo do programa educacional e da escola escolhida, o período integral é mais caro - mais isso não é uma regra.

Como escolher?

Seja qual for a sua escolha, esse período de adaptação escolar é sempre complicado. Uma dica importante antes de decidir a escola e o modelo de ensino é ir conhecer pessoalmente a instituição. Observe todos os detalhes da sala de aula, áreas de lazer e outros ambientes. Ficando o dia todo na escola, ou não, as crianças precisam de um local acolhedor, com pessoas responsáveis e qualificadas.
E você ainda pode contar com super desconto na mensalidade caso a escola escolhida seja parceira do Educa Mais Brasil. O programa educacional oferece bolsas de estudo de até 50% para a educação básica. E não precisa se preocupar, é possível encontrar desconto para os dois modelos de ensino. Se interessou? Não perca tempo. Acesse o site do Educa Mais Brasil e encontre uma escola pertinho de você. A inscrição é gratuita.
Fonte: Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil
*Esse artigo é um publieditorial

Meio período ou integral? Meio período ou integral? Reviewed by Douglas Protázio on segunda-feira, novembro 26, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados