Com direito a roupa de gala, garis recebem diploma de alfabetização

Com direito a roupa de gala, garis recebem diploma de alfabetização

Com direito a roupa de gala, presença de familiares e cerimônia comandada pelo reitor da Universidade Católica de Brasília (UCB), o Prof. Dr. Ir. Jardelino Menegat, 44 garis da Sustentare Saneamento receberam diplomas de conclusão de curso de alfabetização. A solenidade ocorreu ontem (5), a partir das 19h, no auditório da universidade. De iniciativa da Sustentare, o projeto conta com o apoio do Serviço de Limpeza Urbana (SLU-DF), da UCB e de empresas privadas do DF.

Aos 52 anos de idade, Francisco Gomes da Silva não escondia a felicidade. “Agora a vida ficou mais fácil. Antes eu dependia da boa vontade dos outros para conseguir pegar um ônibus, ficava perdido e fui ignorado várias vezes. Hoje vou para onde quiser sozinho”, disse o varredor, que nunca tinha tido a oportunidade de estudar. “Minha infância foi em Luzilândia (PI), e em vez de ir para a escola tive que trabalhar na roça para ajudar minha mãe a criar meus irmãos”, relembra.

De penteado, maquiagem profissional e vestido longo, Marina Novaes, de 39 anos e gari há seis, esbanjou charme e beleza. “Estou me sentindo uma rainha. Estou realizando um sonho que tive desde a adolescência. É maravilhoso me ver produzida assim”, suspirou. Quando criança, a varredora estudou somente até a primeira série do ensino fundamental. Segundo ela, ao aprender a ler “as letras e números passaram a fazer sentido e o mundo mundou”.

As lojas Lisdamas (trajes femininos) e Sonho Real (trajes masculinos) forneceram voluntariamente roupas de gala para todos os alunos. A  Embelleze fez os penteados, cortes de cabelo e a maquiagem dos graduandos também sem custo.

No dia 8 de março, foram iniciadas três turmas com 37 mulheres e sete homens, com faixa etária entre 34 e 70 anos. O curso teve duração de nove meses e carga horária de 270 h/a.

Com direito a roupa de gala, garis recebem diploma de alfabetização


A Sustentare Saneamento forneceu o transporte para os colaboradores e viabilizou os alfabetizadores. O SLU-DF autorizou que os alunos estudassem durante o horário de trabalho e que as dependências da DL Sul fossem utilizadas como salas de aula. A UCB forneceu o material escolar e desenvolveu a metodologia do curso, por meio do projeto filantrópico “Alfabetização Cidadã”, que completou 25 anos neste mês, e atende jovens e adultos não alfabetizados.
Os professores Luis Filipe Arruda, Amanda Teles e Williani Carvalho são funcionários da Sustentare e fizeram o curso de capacitação de educador promovido pela UCB.

Levantamento do Departamento de Recursos Humanos da Sustentare aponta que dos 2.500 garis da empresa, cerca de 55% são analfabetos ou não concluíram o ensino primário. “Além de proporcionar uma vida mais digna, a alfabetização é muito importante para aumentar o engajamento dos funcionários, as chances de promoção e diminuir os riscos de acidentes”, destacou Williani Carvalho, Coordenadora de Projetos e Recursos Humanos da Sustentare Saneamento.

Este é o quarto ano que a Sustentare patrocina o curso de alfabetização para os garis. Até o momento, 167 garis foram alfabetizados. Agora, os alunos serão encaminhados à rede pública de ensino.
Com direito a roupa de gala, garis recebem diploma de alfabetização Com direito a roupa de gala, garis recebem diploma de alfabetização Reviewed by Diário de Ceilândia on sexta-feira, dezembro 07, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados