Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete”

Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete”

O Tribunal do Júri de Ceilândia inocentou, nesta quinta-feira (29/11), I. L. A. P. por tentar matar, com uma facada na cabeça, R. M. C., enquanto a vítima lanchava com a namorada em um food truck no Setor O, em Ceilândia Norte. Durante o processo, o réu foi considerado semi-inimputável, pois possui quadro compatível com transtorno afetivo bipolar.

De acordo com relato sobre o caso, no dia 14 de dezembro de 2015, R. disse não saber por que motivo I. o atacou. Mas, em depoimento prestado na delegacia, o autor da facada disse ter sido chamado pelo apelido de “Boquete” na presença de conhecidos, em uma praça de Ceilândia.
O réu acredita que, pelo fato de ter feito confidências à vítima, R. quis denegrir sua imagem perante colegas da quadra.
O denunciado confessou a agressão e disse que avançou contra a vítima com o objetivo de esfaqueá-la no pescoço. Um instante antes do golpe, porém, a namorada de R. o alertou e ele conseguiu se desvencilhar. R. chegou a ser perseguido por I., mas conseguiu fugir e buscar socorro.
Com informações do TJDFT
Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete” Júri de Ceilândia absolve acusado de tentar matar após ser chamado de “Boquete” Reviewed by Diário de Ceilândia on sábado, dezembro 01, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados