Modelo do Instituto Base deve ir para UPAs


Modelo do Instituto Base deve ir para UPAs

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto, informou nesta terça-feira (8) que o governo planeja expandir o modelo do Instituto Hospital de Base para Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). Segundo o secretário, a ideia é tornar as UPAs uma extensão do Hospital de Base, sem a necessidade de criar um novo instituto. O governo pretende fazer a mudança até o fim do ano. As informações são do G1-DF.

“As UPAs fazem atendimento de emergência, e aí poderão estar diretamente ligadas ao Hospital de Base”, afirmou o secretário.

Okumoto declarou que, em oito dias de governo, ainda não foi possível avaliar todos os trâmites jurídicos necessários para a mudança na forma de gestão – a equipe técnica ainda não sabe dizer se o projeto terá de passar pela Câmara Legislativa.

Ao G1, o secretário de Saúde explicou que foram feitas reavaliações do hospital durante o período de transição.

“Ele apresenta uma agilidade muito importante no atendimento aos pacientes, principalmente na questão das aquisições e contratações [por não ser necessário fazer licitações complexas]. Dessa forma, a gente avalia que pode estar trabalhando com dois tipos de funcionários, de colegas de trabalho”, declarou Osnei Okumoto.

Na declaração, ele menciona uma especificidade do instituto. Por não ser preso às exigências do setor público, o instituto pode contratar pessoas pela CLT “em casos pontuais para atender às demandas mais urgentes”, em vez de fazer um concurso que levaria meses para sair do papel.

Com informações do G1-DF


Modelo do Instituto Base deve ir para UPAs Modelo do Instituto Base deve ir para UPAs Reviewed by Diário de Ceilândia on terça-feira, janeiro 08, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Portal de Notícias de Ceilândia © Copyright 2018 - Todos os direitos reservados