Primeiro Telecentro de Atendimento à Pessoa Idosa do DF será criado em Ceilândia


A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF) participou na terça-feira (12) de visita a dois Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs) de Ceilândia. Um dos locais irá abrigar um dos cinco primeiros Telecentros de Atendimento à Pessoa Idosa do Brasil, que tem o objetivo de promover a inclusão digital e preservar a dignidade da pessoa idosa.

A ação inovadora visa complementar os espaços onde já existem Centros de Convivência com iniciativas voltadas às pessas idosas, oferecendo salas com computadores, parcerias com professores e aulas de informática. A iniciativa será feita em parceria com a Central Judicial do Idoso e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

Segundo o subsecretário de Direitos Humanos da Sejus, Juvenal Araújo, o projeto de inovação social será referência para todo o país na promoção do direito ao envelhecimento ativo e saudável, por meio de ações que assegurem a valorização da pessoa idosa em meio às demandas tecnológicas do século 21.

“Nos próximos anos teremos um número maior de pessoas idosas do que de jovens no Brasil. Por isso, é extremamente importante que a gente proporcione a essa população um maior acesso à cultura, lazer, esporte, por meio da inclusão digital”, explicou.

Da proposta do Telecentro consta ainda a formação de uma rede, a partir de tecnologias sociais e parcerias estratégicas, em consonância com a perspectiva da 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, que acontece em junho, cujo tema são ‘Os desafios de Envelhecer no Século XXI e o papel das Políticas Públicas’.

Além de Juvenal Araújo, estiveram presentes na visita o subsecretário da Igualdade Racial da Sejus-DF, Diego Moreno, a coordenadora da Central Jurídica do Idoso do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, juíza Monize Marques e o diretor dos CEUs de Brasília, Ítalo Ayres.

Violência

Ceilândia foi a cidade escolhida para abrigar o centro por ser a região do DF com o maior número de registros de violência contra as pessoas idosas, respondendo por aproximadamente 18% dos casos. O primeiro CEU a abrigar o projeto será o da QNR 2, próximo à comunidade do Sol Nascente, uma das maiores do Brasil.

Fonte: Sejus
Primeiro Telecentro de Atendimento à Pessoa Idosa do DF será criado em Ceilândia Primeiro Telecentro de Atendimento à Pessoa Idosa do DF será criado em Ceilândia Reviewed by Douglas Protázio on quinta-feira, fevereiro 14, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Slider

[recent]

Anuncios!

Diário de Ceilândia - O Jornal Comunitário de Ceilândia © Copyright 2019 - Todos os direitos reservados