Café da manhã e o impacto na saúde

Café da manhã e o impacto na saúde

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Para algumas pessoas, não tomar o café da manhã pode até ser natural e não trazer nenhum malefício. Mas, pular essa refeição influencia diretamente em como o organismo vai funcionar no resto do dia. 

Um estudo europeu recente constatou que pessoas que iniciavam a rotina com o café da manhã e permaneciam seguindo esse hábito tinham menos marcadores inflamatórios no organismo, quando comparados com pessoas que não mantinham a frequência das três principais refeições do dia (café da manhã, almoço e jantar). 

Para desmistificar o que devemos ou não consumir ao amanhecer, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, responde às dúvidas mais escutadas no consultório. 

Porque essa refeição é tão importante? 
Enquanto você dorme e descansa, o seu corpo continua trabalhando para garantir as funções básicas: respirar, manter a circulação e os órgãos em funcionamento, e também construir novas células e queimar gordura. Isso acontece por cerca de 8 horas sem que o seu organismo receba qualquer tipo de “combustível”. 

Ao acordar, precisamos repor toda a energia usada pelo corpo durante o sono, para que possamos dar início as atividades do dia a dia. Por isso, a necessidade de quebrar o tempo de jejum com um bom café da manhã. 

“Além de dar esse empurrãozinho para o nosso metabolismo, uma refeição matinal com boa qualidade de nutrientes favorece o controle da fome e da saciedade durante o dia, o que, a longo prazo, também contribui para o controle do peso”, explica Renata Guirau. 

O que precisamos ter à mesa para um bom café da manhã? 
Segundo Renata, uma refeição matinal de qualidade deve conter diferentes grupos alimentares: uma fonte proteica (como leite, queijo, iogurte ou ovos), uma fonte de carboidrato complexo (pães integrais, granola, mandioca e batata doce) e uma fonte vegetal. “Geralmente consumimos frutas no café da manhã, mas, nada impede de utilizarmos vegetais diversos como espinafre, tomate, couve e até mesmo cogumelos”, completa Renata. 

O pãozinho francês com café estão liberados? 
“O pão é um tipo de carboidrato, e, a principal função dos carboidratos é fornecer energia para o corpo. Mas, existe uma diferença entre os carboidratos simples, que é o caso do pão, e os complexos, que são os indicados”,  explica a nutricionista. 

Os carboidratos simples são absorvidos rapidamente pelo corpo, e fornecem energia imediata. Mas, fazem com que você sinta fome logo após comer, e aumentam as taxas de glicose no sangue, principalmente pela manhã, como apontou um outro estudo.

Exemplos de carboidratos simples são: açúcar refinado (presente em bolachas, compotas e geleias, e usado para adoçar chás e cafés), e fontes de farinha branca, como pão francês. 

Já os carboidratos complexos, fornecem energia de qualidade, pois são digeridos lentamente e causam aumentos graduais da glicemia, fazendo com que o corpo se sinta saciado por mais tempo. Esses alimentos também são mais nutritivos e possuem mais vitaminas, minerais e fibras. 

Sendo assim, se consumidos com moderação, pão francês integral e café sem açúcar podem estar presentes no cardápio da manhã. 


O que acontece quando não comemos no café da manhã? 
Ficar sem comer de manhã é uma prática comum entre as pessoas, mas, não é um hábito tão inocente quanto parece: pular a primeira refeição pode aumentar os níveis de alguns hormônios que estão relacionados ao estresse e mau humor, além de favorecer o maior consumo calórico no resto do dia, principalmente de alimentos ricos em carboidratos refinados, que, como explicado anteriormente, não são a melhor opção. 

Para quem acorda sem apetite, a indicação da nutricionista é simplesmente esperar a fome aparecer. “O ideal é esperar a fome chegar para começar a se alimentar, mesmo que isso aconteça horas após acordar. Mas, ao sentir essa necessidade, devemos sempre fazer boas escolhas, independente do horário”. 

Para finalizar, Renata Guirau indica 10 combinações diferentes para um café da manhã saudável e nutritivo: 

1.      Vitamina de frutas: Leite + aveia + banana e mamão papaia

2.      Mingau de aveia: Leite + aveia + banana picada

3.      Ovos mexidos + fruta com aveia

4.      Mandioca cozida + queijo coalho grelhado + fruta

5.      Pão integral com queijo + fruta

6.      Iogurte + granola + fruta

7.      Tapioca com queijo + fruta

8.      Crepioca com banana e canela

9.      Torrada com geleia sem açúcar + leite

10.  Pão integral com ovos mexidos + fruta

SOBRE O OBA HORTIFRUTI

A rede é referência em qualidade e variedade de produtos, e oferece diariamente um atendimento mais próximo, que prioriza o relacionamento com o cliente, garantindo o equilíbrio perfeito entre sabor e saúde para a vida das pessoas. Acredita que reunir a família e os amigos ao redor da mesa é um momento gostoso e saudável. Referência em saudabilidade e prazer em comer bem, O Oba é fonte para quem deseja manter uma boa alimentação.

A rede também foi premiada pela Folha de S. Paulo como a marca mais lembrada pelos brasileiros na categoria hortifruti. A pesquisa, chamada Top of Mind, é realizada todo ano pelo Datafolha, em mais de 170 cidades brasileiras.

Atualmente, a marca possui 43 lojas espalhadas pelos Estados de São Paulo, Goias e Distrito Federal. Com quase 40 anos de história, a rede expandiu sua atuação no mercado com setores de frios e laticínios, açougue, adega, mercearia, importação própria, pré lavados, lanchonete, floricultura, padaria e restaurante, que complementam o setor de hortifruti.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: