Crescimento irregular dos cílios causa irritação permanente na conjuntiva e na córnea

Crescimento irregular dos cílios causa irritação permanente na conjuntiva e na córnea
Imagem reprodução web

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Além de embelezar o olhar, os cílios são fundamentais para proteger os olhos contra sujeira, micro-organismos e luz solar excessiva. Eles também auxiliam no fechamento das pálpebras. Mas o que muita gente não sabe é que existe uma doença, chamada triquíase, que faz com que os cílios cresçam com desvio para dentro do globo ocular. Por consequência, causam irritação permanente na conjuntiva bulbar e na córnea.

O constante atrito dos cílios sobre a córnea podem provocar sintomas irritativos como ardor, lacrimejamento, vermelhidão, sensação de corpo estranho até quadros de inflamações, erosões e úlceras de córnea, assim como ceratite ou conjuntivite.

É preciso ter cuidado na hora de diagnosticar a triquíase, pois pode ser confundida com a distiquíase e o entrópio. “A distiquíase é caracterizada por uma fileira de cílios extranumerária que emerge dos orifícios das glândulas chamadas Meibomius. Já o entrópio é uma condição onde a pálpebra se encontra invertida”, explica Hilton Medeiros, oftalmologista da Clínica de Olhos Dr. João Eugenio. 

O tratamento da triquíase é feito a base de lubrificantes tópicos, juntamente com pomadas de antibiótico, ou lente de contato terapêutica e epilação manual (retirada dos cílios manualmente). Mas, para curar definitivamente a triquíase, a única solução é uma cirurgia baseada na destruição dos folículos pilosos dos cílios. “O método usado é a eletrólise, uma aplicação de laser ou ressecção cirúrgica através de enxerto de mucosa, se necessário”, comenta Hilton Medeiros.

Quando existem poucos cílios dispersos para serem tratados, o método é de abladição a laser, que é um processo de extração de material a base de irradiação de feixe de laser. Quando há muito cílios, a técnica usada é a crioterapia.

Para prevenir a doença é importante manter as mãos e unhas limpas; evitar alimentos gordurosos; não deixar a pele do rosto ficar oleosa e não utilizar maquiagem com os olhos inflamados.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: