Adolescente morre após esperar 8 horas por atendimento no Hospital Regional de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Uma adolescente de 15 anos
morreu nesta quarta-feira (27) no Hospital Regional de Ceilândia após ser medicada com
Buscopan na veia. Segundo hospital, prontuário consta que a família alegou
desconhecer qualquer alergia da paciente ao remédio. As informações são do G1-DF.

A família, que mora em Águas Lindas de Goiás, teria tentado atendimento
em vários hospitais do Distrito Federal desde a última sexta-feira (22).
Segundo o irmão Alisson Mourão, ela só foi atendida em Ceilândia, após esperar
na emergência por 8 horas.
Para o pai da jovem, o
pedreiro Francisco Brás da Silva, além da negligência na demora pelo
atendimento, a filha recebeu alguma medicação errada.

A família registrou ocorrência
na delegacia. Segundo a Polícia Civil, Alice teria morrido cerca de 1 hora
depois de receber o medicamento na veia por um enfermeiro, prescrito pelo
médico plantonista do Hospital de Ceilândia.

Ainda de acordo com a polícia,
o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal para que seja descoberta a causa
da morte. O enterro deve ser realizado nesta sexta-feira (29).

Família desconhecia alergia

Em nota, a direção do Hospital
de Ceilândia informou que a paciente fez um exame de raio-X do abdome e não foi
constatada qualquer alteração. Como ela se queixava de dor abdominal, o médico
plantonista prescreveu Buscopan.
Depois da medicação, a
paciente teve uma parada cardiorrespiratória e o médico iniciou as manobras de
ressuscitação, mas a jovem acabou morrendo.

Ainda segundo o hospital, no
prontuário consta que a família alega desconhecer qualquer alergia da paciente
ao medicamento.

Fonte: G1-DF

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: