Amigos que incentivam os estudos

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


[Artigo Patrocinado] Será que aquele velho ditado de que amizade atrapalha os estudos é verdade?
Em muitas histórias, amigos, ao contrário, fazem a diferença na vida do outro ao
inspirar e incentivar os estudos. Hoje (20), dia em que é comemorado o Dia do Amigo, vale a pena refletir
sobre o valor da amizade.
Quanto tempo realmente leva até que alguém
possa ser considerado um amigo próximo?

Um estudo da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, foi atrás da
resposta e o resultado considera ser necessário mais de 200 horas de convívio até
que a pessoa possa ser considerada um amigo realmente próxima. Levando em consideração
que as pessoas passam, em média, de 4 a 6 horas na escola
ou faculdade,
quanto tempo demoraria para conseguir uma amizade? Considerando o valor máximo,
em apenas 1 mês e meio, você já estaria “best friend forever” de alguém devido
a ligação com os estudos. Afinal, quem não tem aquela amizade que começou na
escola, ainda na infância? Ou aquele amigo fiel que conheceu na faculdade e se
faz presente em todas as horas? E aquele amigo que incentiva seu crescimento
estudando junto as matérias de maior dificuldade?
Amigos compartilham incentivo para os
estudos
Um exemplo de amizade a favor dos
estudos é a história de Guilherme Pires. O mineiro, formado em Publicidade
e Propaganda
, só conseguiu realizar o sonho da formatura com apoio
de uma bolsas de estudo
de 50% de desconto. O benefício marcou tanto sua vida que ele se tornou
um divulgador nato do programa. “Desde que comecei a estudar, acho que já
indiquei para umas 300 pessoas, inclusive para uma amiga minha Gisele, que já
está formada e trabalhando na área. Ela é uma história de sucesso da minha
indicação”, conta feliz.

Gisele Pereira, a amiga de Guilherme,
hoje está formada em Ciências
Contábeis
e também conseguiu, na época, pagar somente a metade do
valor da mensalidade. “A indicação do Guilherme foi um incentivo para eu me
dedicar aos estudos. Sem esse apoio dele, não teria as mesmas oportunidades que
tenho hoje”, comemora agradecida. Hoje além de formada ela está trabalhando na
área e também indica sempre o programa para seus amigos.

O estudante de Engenharia
Mecânica
Hudson Aparecido fez
o que pôde para incentivar os amigos a estudarem. Ao ser beneficiado pelo mesmo
programa que concede bolsas de estudo
ele resolveu divulgar o projeto para outros amigos que também tinham
dificuldade financeira para ingressar em uma faculdade. “Eu conheci o Educa
Mais Brasil quando fui pesquisar mais sobre o Fies
e Prouni.
Acabei vendo no programa vantagens, como agilidade e descontos. E foi natural compartilhar
a novidade com meus amigos. Afinal, eles queriam ingressar também”, conta. Dos
três amigos que indicou, um também conseguiu a bolsa de estudo. “Ele não
conhecia o programa, ficou sabendo através da minha indicação. Ele ficou muito
interessado e conseguiu a bolsa para o mesmo curso que estou estudando”, conta
Hudson.
Vanessa
Casaes – Asom Educa Mais Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: