Curso superior: saiba quais são as profissões que oferecem os melhores salários

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


[Artigo Patrocinado] De
acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a média
salarial do brasileiro é de R$ 1.725. Por esse motivo, um dos fatores mais
determinante na hora de escolher um curso
superior
é a possibilidade de se ganhar um bom salário. Um
levantamento feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged)
apontou que a área de Engenharia e Sistema
da Informação
registram as remunerações mais altas até agora em
2018.

No
ranking do Caged, o curso que se encontra em primeiro lugar é o de Engenharia
Mecânica
, cujo o salário médio é de aproximadamente R$ 10 mil. O
curso de Sistema da Informação se encontra em segundo lugar e apresenta um
salário médio de R$ 8 mil. Na hora de escolher essas e outras graduações
que são lucrativas, é bom lembrar que o perfil do profissional e os possíveis
cargos que ele pode ocupar também influenciam. A remuneração depende também de
fatores como região, tempo de carreira e cargo ocupado. 

O
curso de Engenharia
Civil
também aparece na lista do Caged e o salário médio dessa área
está em torno de R$ 7 mil. Isabelle Ferreira Franco, de 17 anos, está no
segundo semestre desse curso e, apesar da pouca idade, diz que tomou essa
decisão com muita segurança. “Sempre tive aptidão para matérias de exatas
durante a minha vida escolar e também sempre me interessei pela a engenharia”,
conta. Isabelle admite que a remuneração também serviu como parâmetro para a
sua escolha. “Não adianta gostar tanto de uma área e saber que, no futuro, você
não será bem remunerado. Como também, não podemos escolher uma área que não
temos afinidade. Tudo isso precisa ser colocado em uma balança na hora da
escolha”, considerou a estudante.
 

a estudante de Pedagogia
Beatriz Santana destaca que a remuneração é algo que nunca fez muita diferença
na decisão da sua carreira. Ser professora sempre foi o seu sonho e, mesmo
sabendo que essa não é uma profissão tão valorizada e com salários abaixo da
média de outros cursos, ela nunca pensou em mudar de opção. “Nunca mudaria
minha escolha e sei que as especializações podem valorizar ainda mais o meu
trabalho”, aposta. Apesar de ser apaixonada pela profissão e não pensar tanto
na questão salarial Beatriz percebe o desinteresse pela área. “A minha turma
tem pouquíssimos alunos. Sinto que esse número é influenciado pela questão
salarial”, assegurou.

A
pesquisa realizada pelo IBGE também revelou que o salário é proporcional ao
tempo gasto com os estudos. O levantamento descobriu que aqueles com 12 anos ou
mais de estudo, ganhavam, em média, R$ 27 por hora. Portanto, quem tinha até
quatro anos de estudo ganhava, em média, apenas R$ 7. Camila Queiroz, trabalha
na área de Ciências
Contábeis
, profissão que aparece na lista do Caged, mas garante que
também não pensou na remuneração ao escolher o seu curso superior. “Hoje em
dia, eu gosto muito da área e não me arrependo dessa escolha. Mas o que mais
pesou na hora da minha decisão, foi o fato do meu pai já ter uma empresa.
Então, eu pensei em fazer um curso, em que eu pudesse ajudá-lo e deu super
certo”, contou animada.

Confira seis profissões que apresentam os melhores salários de
acordo com o levantamento do Caged:

1.     
Engenharia
elétrica
– R$
8.140,39
2.     
Geologia – R$
7.345,90
3.     
Agronomia – R$ 6.874,74
4.     
Física – R$
6.378,60
5.     
Publicidade
e Propaganda
– 6.063, 96
6.     
Direito –
5.284,30

Fonte:
Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: