Empreendedora apostou na venda de sequilhos possibilidade de mudar de vida

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Empreendedora apostou na venda de sequilhos possibilidade de mudar de vida

Na
época da faculdade, quando fazia o curso de Administração, a baiana Vanessa dos
Santos, de 37 anos, até pensava em ter o seu próprio negócio. “Eu tinha muita
vontade mas a prática e o amadurecimento só vieram dois anos depois de
formada”, conta. Como ela, um em cada quatro estudantes do ensino superior tem
ou pretende ser o seu próprio patrão, segundo apontou a pesquisa Empreendedorismo
nas Universidades Brasileiras, realizada pelo Sebrae em 2016.
Ela
só não se dava conta de que talento tinha de sobra. Nas reuniões de amigos, por
exemplo, os sequilhos feitos por ela era a sensação, só não recebiam a atenção
devida. “Já vinha dando certo mas eu não estava tendo tempo e nem gás mesmo. Às
vezes, chegava cansada da faculdade e não dava o tempo necessário, fazia apenas
uma encomenda e pronto. Não dava atenção a outros pontos, como redes sociais da
sequilharia”, relembra.
O
foco da microempresária era outro: queria trabalhar em uma multinacional.  Atuou como auxiliar administrativo, seguiu
estudando e se especializando até que conseguiu um estágio onde tanto queria.
Mas como boa empreendedora que já era, sentia que faltava algo. “Eu estava um
pouco insatisfeita com o trabalho, mas não com a profissão. Estava insatisfeita
com a empresa porque não tinha reconhecimento que achava que deveria ter”,
explica Vanessa.
O
“empurrãozinho” que a Vanessa precisava para mudar de vida para alguns pode até
ser encarado como uma situação desagradável: ela foi desligada da empresa.
Elogios e muito planejamento foram os ingredientes essenciais para hoje ela
assumir o comando da Lindah Sequilhos, sequilharia que faz sucesso em Salvador
(BA).


A
receita dos sequilhos da Vanessa deu mais liga quando ela conseguiu um bolsa de
estudo do
Educa Mais Brasil para o curso de Administração.
“Pra mim foi uma vitória muito grande. Eu fui a segunda da família a
formar. Foi uma conquista de todos, além de tornar o meu sonho real”, conta
emocionada.
Hoje,
todas as técnicas e os conceitos aprendidos no curso de
Administração são hoje
aplicados na sequilharia. O conhecimento ajuda Vanessa a provar um novo sabor.
“Até como empreender mesmo, eu jamais imaginaria que eu iria colocar a mão na
massa literalmente. Eu sei que sempre fui mas para a parte de administrar
mesmo, mas hoje eu faço o conjunto completo. Estou realizada”, comemora.
Sebrae oferece cursos de
empreendedorismo a distância
Uma
das dicas da Vanessa para quem quer empreender é buscar a constante
especialização. “Pesquisar o mercado, saber o que você quer e ter bastante
foco. Quanto a gente tem muitas opções, acaba se perdendo. É preciso criar um
plano de negócio, ter meta e estar sempre atento a como o mercado vai receber o
seu produto”, recomenda.

A
internet, como argumenta Vanessa, é uma ótima ferramenta para quem precisa se
especializar. O Sebrae, por exemplo, oferece cursos gratuitos a distância sobre
diferente vertentes do empreendedorismo. Os cursos não têm limite de turma e o
aluno deve observar somente o prazo de conclusão, que varia de acordo com a
disciplina. Confira os mais procurados no site da instituição:

Finanças Simples Nacional para quem deseja aprender a calcular os impostos
contidos no regime tributário.

Formação do Preço e Venda ensina a mensurar o valor de venda adequado para cada
produto ou serviço oferecidos

Como formalizar o seu negócio oferece instruções para quem precisa formalizar o
negócio, mostrando quais são os benefícios e as obrigações

Como agir de maneira empreendedora capacita quem deseja se tornar um
empreendedor de sucesso.

Roberto Paim | Agência Educa
Mais Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: