English? Confira dicas de inglês para a prova do Enem

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp


Escolher a língua estrangeira
para a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Exame Nacional do
Ensino Médio (Enem)
pode não ser tarefa fácil para parte dos estudantes, mas obter bom desempenho
certamente pode ser um fator diferencial. De acordo com microdados do Instituto
Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 55,7% dos
participantes do Enem 2017 optaram pelo idioma espanhol: um total de 3,7
milhões entre 6.731.341 pessoas.

Apesar de a língua espanhola ser
a preferência da maioria, é no inglês
que o desempenho é mais elevado: em média, são 55% de acertos. A língua inglesa
é escolha de 2,9 milhões de pessoas (44,3%).

Os participantes
precisam responder cinco questões de língua estrangeira. Embora os textos sejam
apresentados no idioma escolhido, as questões são formuladas em português. Por
isso, algumas dicas podem facilitar a compreensão na hora da prova e ajudar o
estudante a garantir a nota do Enem.
Confira abaixo:

1.       Identificar as palavras-chaves:
As palavras-chaves são os termos
que concentram as ideias principais do texto. Identificá-las permite
compreender o tema central, identificar os pontos abordados pelo autor e
associá-lo à alternativa correta.

2.       Crie vocabulário
De início, criar vocabulário pode
parecer difícil para o estudante que não tem grandes afinidades com o idioma
estrangeiro. No entanto, para melhorar os níveis de compreensão e interpretação
de texto em inglês, criar o hábito de ler é fundamental. A leitura pode ser
feita, inicialmente, por textos simples e curtos, identificando termos
essenciais (sujeito e predicado) e acessórios da oração.
Cuidado: evite fazer traduções
literais dos termos, o que pode levar a interpretações equivocadas. É
importante conhecer os sentidos (polissemia) que podem ser expressos pelo mesmo
termo.

3.      
False friends: cuidado!
Calma: a expressão em inglês não
diz respeito às “falsas amizades” da vida real, mas aos chamados “falsos
cognatos” na língua portuguesa. Apesar de existirem palavras similares em ambos
os idiomas, é preciso identifica-los para não cometer equívocos na
interpretação e cair em possíveis pegadinhas da prova.

4.       Estudar gramática
Compreender a gramática é outro
ponto fundamental, apesar do caráter interpretativo do exame. Entre assuntos e
conceitos básicos estão: tempos verbais, vozes do verbo (passiva e ativa),
discurso indireto (reported speech),
pronomes entre outros assuntos.
Tunísia Cores – Ascom Educa Mais
Brasil

*Esse artigo é um publieditorial

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8%

Deixe uma resposta

Posts Relacionados

%d blogueiros gostam disto: