Falta de material básico ameaça cirurgias no Hospital Regional de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


A falta de materiais básicos, como compressas de gazes, está ameaçando a realização de cirurgias em hospitais da rede pública do Distrito Federal. Segundo denúncia apresentada pelo Sindsaúde, Os hospitais regionais de Sobradinho e de Ceilândia são os principais afetados pela carência. 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A publicação na página do sindicato mostra fotos de telas do que seriam os sistemas usados pelas unidades hospitalares para solicitar materiais à Secretaria. Em uma das imagens, a resposta da pasta é de que o estoque do produto está zerado na farmácia central.
Outro problema apontado é a dificuldade de substituir o insumo no Hospital de Sobradinho por causa de desabastecimento geral na rede e problemas na autoclave, a máquina usada para esterilizar materiais do hospital.
Um outro print traz uma tabela com o estoque total disponível na rede: 999 pacotes de gaze. O consumo médio mensal deste material na rede pública é de 6.500 embalagens de gaze.
Pacientes e familiares usaram as redes sociais para reclamar do problema. A irmã de um homem internado há 40 dias no Hospital de Sobradinho relatou que ele aguarda uma traqueostomia, mas que o procedimento ainda não foi feito por falta de materiais.
Secretaria de Saúde do Distrito Federal negou que esteja faltando gaze nos hospitais públicos. De acordo com a pasta, a rede está abastecida com o material e uma nova compra já foi realizada. Ainda segundo a Secretaria, nenhuma cirurgia foi suspensa por falta de insumos básicos.
Fonte: Agência EBC

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: