Fies 2018: resultado é adiado para 1º de agosto

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

[Artigo Patrocinado] Estudantes que estão acompanhando
o andamento das etapas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies 2018.2)
terão de aguardar mais um pouco para conhecer os contemplados com o programa.
Previsto anteriormente para hoje (30), o resultado
Fies 2018 foi adiado para esta quarta-feira, 1º de agosto, conforme
divulgado pela Secretaria de Educação Superior no Diário Oficial da União desta
segunda-feira.

O resultado da pré-seleção do
Programa de Financiando Estudantil (P-Fies), composto apenas por uma única
chamada, foi adiado para a próxima segunda-feira, 06 de agosto. Já os
resultados da modalidade Fies serão constituídos de chamada única e também de
lista de espera.

Foram anunciadas mais de 155 mil vagas Fies 2018.2. Destas, 50 mil são
ofertadas a juros zero. O financimaneto
é
destinado aos cursos de graduação não gratuitos em instituições de
ensino privadas do país. Para participar é preciso ter realizado o Exame
Nacional do Ensino Médio (Enem)
a partir de 2010 e obtido nota média igual ou superior a 450 (quatrocentos e
cinquenta) pontos nas provas, além de nota superior a 0 (zero) na redação.
Também é preciso ter renda mensal bruta de até 03 ou até 05 salários mínimos a
depender da modalidade solicitada.

Novo cronograma Fies 2018.2

Com as alterações, os
procedimentos deverão ser realizados de acordo com o novo cronograma: de 1º a 5
de agosto, até às 23h59, os candidatos pré-selecionados na modalidade do Fies
deverão acessar o sistema FiesSeleção para
complementar a inscrição e prosseguir com a contratação do financiamento.

Ainda de acordo com o MEC, “o
agente financeiro na modalidade Fies e os AFOCs* na modalidade P-Fies deverão
confirmar a contratação ou informar o vencimento da inscrição no prazo de 30 (trinta)
dias, a contar da disponibilização pelo candidato da DRI**. O objetivo neste
caso é viabilizar o controle de ocupação de vagas.

Fies x bolsa de estudo

O Fies inclui juros na
mensalidade de grande parte das vagas ofertadas – aproximadamente 105 mil nesta
edição e, como se trata de um empréstimo, o estudante beneficiário terá de
pagar a dívida acumulada ao final do curso. As bolsas de estudo funcionam de
forma diferente permitindo descontos diretamente na mensalidade do curso.

Com isto, caso o estudante tenha
pago todas as mensalidades ao longo do curso, não acumulará dívida após o fim
da graduação. Programas educacionais como o Educa Mais Brasil
chegam a ofertar até 70% de desconto mensais. São mais de 240 mil bolsas de
estudo para o ensino superior disponíveis em www.educamaisbrasil.com.br.

*Agentes Financeiros Operadores de
Crédito
**Documento de Regularidade de
Inscrição

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: