Obras de revitalização da avenida T1 em Ceilândia seguem em ritmo acelerado

Obras de revitalização da avenida T1 seguem em ritmo acelerado

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Retomadas no último dia 3 de junho, as obras de revitalização da Avenida T1, via de ligação do Sol Nascente com a Avenida Hélio Prates, seguem em ritmo acelerado. A nova capa asfáltica dos trechos Sol Nascente/Hélio Prates e Hélio Prates/Sol Nascente já foi instalada. Agora as equipes de trabalho se concentram na construção de nova rotatória para organizar melhor o trânsito.

“A revitalização desta avenida é estratégica para a mobilidade urbana do Distrito Federal. Esta via representa a primeira etapa do corredor Eixo Oeste, obra de grande porte que beneficiará diretamente a população do Plano Piloto e Regiões Administrativas de Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Águas Claras, Vicente Pires e Guará. Também serão beneficiadas, indiretamente, as regiões de Brazlândia e de Águas Lindas/GO”, explica o secretário de Obras do DF, Izidio Santos.

Atualmente, pouco mais de 80% do total da obra foram executados. Os serviços começaram em julho de 2016 e foram interrompidos para a realização de adequações ao projeto devido à interferência em redes de abastecimento e distribuição de água, além da revisão do traçado das rotatórias. A previsão é de que a obra seja finalizada em 120 dias. O investimento é de R$ 4,7 milhões.

ENTENDA A OBRA – Com uma extensão de 920 metros, a Avenida T1 faz parte do projeto do Corredor Eixo Oeste, que tem um total de 38,7 km de extensão, e ligará a Ceilândia (Sol Nascente) ao Plano Piloto (Eixo-Monumental e Estação Asa Sul), passando por Taguatinga.

Após as intervenções, o novo trecho contará com duas pistas de rolamento, cada uma com duas faixas em cada sentido de trânsito. A via ainda contará com canteiro central com ciclovia e faixas exclusivas para o transporte coletivo. A implantação desta via proporcionará sensível melhora no tráfego da região.

As obras incluem pavimentação asfáltica, drenagem pluvial e sinalização do corredor Eixo Oeste. A Caixa Econômica Federal é o agente financiador por meio de recursos garantidos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Mobilidade Grandes Cidades).

*Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: