Policiais de Ceilândia prendem suspeitos de armazenar e compartilhar pornografia infantil

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Na manhã deste sábado  (15/09), policiais da 24 Delegacia de Ceilândia desencadearam a operação Lex Scantinia 02, com o intuito de reprimir o armazenamento e divulgação de crianças praticando cenas de sexo. Foram cumpridos seis mandados de buscas nas regiões da Asa Norte, Cruzeiro, Samambaia, Taguatinga, Ceilândia e Guará. 

Três pessoas foram presas em flagrante, F.P.M, 45 – R.J.S, 29  e A.C.O.G, 62, pelos crimes previstos nos Artigos 241 A e 241 B do Estatuto da Criança e Adolescente ( disponibilizava e armazenava, cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes).

De acordo com o delegado-chefe da 24ª DP, Ricardo Viana, as investigações tiveram início em outubro do ano passado com a prisão de Alessandro da Silva Santos, 45 anos, ex-diretor de uma escola particular do DF.

As investigações demonstraram que os atos de Alessandro eram praticados desde 1990, tendo reunido o maior arquivo de imagens de pedofilia já encontrado pela PCDF em uma única ação. Os policiais conseguiram identificar também um homem que comprava as imagens do ex-diretor. A pessoa foi localizada por policiais civis do DF em Minas Gerais, onde se encontra preso preventivamente.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: