Servidor da Novacap é preso em Ceilândia por estupro e pedofilia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


Um servidor da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), foi preso nesta sexta (10) por estupro de vulnerável e pedofilia. O homem, de 50 anos, foi denunciado pelas sobrinhas, vítimas do abuso.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});


De acordo com a investigação, ao menos sete pessoas foram abusadas por ele. Em sua residência na Ceilândia, foram encontrado um estúdio onde ele fotografava e filmava as crianças. Segundo a Polícia Civil, o homem pode ter divulgado as imagens para sites no exterior. 

Em frente a casa em que morava, havia uma escola, onde ele pode ter feito novas vítimas. A Polícia Civil segue investigando para ter essa confirmação. 

O homem atraia sua vítimas com doces, brincadeiras e até dizia fazer perfurações de piercing e brincos. Na operação foram apreendidos computadores, câmeras, CDs e uma piscina de plástico.

O servidor irá responder pelos crimes de estupro de vulnerável, com agravante na lei Maria da Pena, e por armazenar e divulgar material com crianças. Por cada ação, ele pode cumprir de 8 a 15 anos de prisão.

Em nota oficial a Novacap informou que ainda não foi notificada pela prisão do servidor, mas que é contra qualquer tipo de violência e irá colaborar com as investigações quando solicitado. (Informações jornal Destak / Imagens PCDF)




Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: