Studygram: perfis do instagram criam conteúdo para ajudar no Enem e no vestibular

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram


[Artigo Patrocinado] A marca de um bilhão de contas
ativas no Instagram foi alcançada no
final do primeiro semestre de 2018, de acordo com a plataforma, e a presença
dos brasileiros na rede social levou o país a ocupar o segundo lugar no ranking dos mais adeptos em todo o
mundo: 50 milhões de usuários ativos até outubro do ano passado. Segundo a Opinion Box, 25% dos internautas declaram
que o “insta” é o aplicativo mais
utilizado e 73% dos jovens entre 16 e 29 anos visualizam o app mais de uma vez em 24 horas.

Não há dúvidas de que o
aplicativo pode trazer boas oportunidades de negócio em diversos segmentos e
que, em geral, as pessoas consultam produtos, curtem fotos ou vídeos de amigos
e atualizam a timeline. O que tem
chamado a atenção é a popularização do studygram – contas dedicadas ao
estudo, que postam conteúdos sobre disciplinas da educação básica e têm como
público-alvo estudantes de pré-vestibular e participantes do Exame Nacional do
Ensino Médio (Enem).

Há pouco mais de quatro meses, o
vestibulando em Engenharia
Elétrica
Lucas Pereira, de 20 anos, criou um studygram. “Surgiu na possibilidade de ajudar as pessoas nos seus
estudos e também me motivar a estudar
para o Enem, pois estudo em casa por conta própria”, sinaliza o estudante o
qual compartilha conhecimento para estimular outros pré-vestibulandos que,
assim como ele, desejam ingressar no ensino
superior
.

Entre a concepção da ideia e a
criação do perfil, pouco menos de um dia foi o suficiente para escolher o nome
da conta, organizar os conteúdos e escrever a primeira postagem. “Os feedbacks foram bons, as pessoas
gostaram. Eu, como aluno, tinha dúvidas e procurava dicas. Com o studygram, eu compartilho o que aprendo
e o que poderia ser muito útil para facilitar os estudos”, pontua.

Em relação ao engajamento com o
público, Pereira destaca um detalhe interessante: o número de publicações
salvas chega a ser maior do que o número de curtidas em determinados casos.
Para Lucas, “essas postagens funcionam como lembretes e dicas que as pessoas
salvam para não esquecer ou para anotar no material de estudo depois”.


Além de fotografias e vídeos
compartilhados na timeline, variar o
formato das publicações ajuda a organizar a conta ou a destacar temas mais
relevantes em detrimento de outros. “É preciso criar postagens chamativas, com
conteúdo que a pessoas olhem e saibam que vão contribuir muito para os
estudos”, pontua ao considerar a importância dos assuntos.  

Explorar recursos como stories e “destaques” pode facilitar a
vida do estudante. De acordo com o Instagram,
“a ideia é trazer mais formas de conectar pessoas e marcas na plataforma”. Mais
de 400 milhões de contas utilizam o Instagram
Stories
diariamente.
Tunísia Cores – Ascom Educa Mais Brasil

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: