Covid-19: GDF deve tomar medidas mais drásticas onde aceleram casos

Covid-19: GDF deve tomar medidas mais drásticas onde aceleram casos
Imagem reprodução Correio Braziliense

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Carros de som estão nas ruas de três cidades do Distrito Federal: Ceilândia, Estrutural e Samambaia, para alertar a população sobre a necessidade de se manter as medidas de isolamento social e os cuidados ao sair de casa, como o uso de máscaras. A medida do governo local é para tentar diminuir o número de casos da Covid-19.

Isso porque no período de uma semana, o número de contaminados pelo novo coronavírus nas três cidades dobrou. Em 25 de maio, eram pouco mais de mil. Nessa segunda-feira, dia 1º de junho, subiram para quase dois mil. As mortes também aumentaram. Pularam de 40 para 61 no período de sete dias.

Caso o trabalho de conscientização e fiscalização dos agentes do DF Legal e da Vigilância Sanitária não surtam efeitos, o governador Ibaneis Rocha admite que estuda adotar medidas mais drásticas nessas cidades.

Apesar dos dados preocupantes da Covid-19 em Ceilândia, Samambaia e Estrutural, o que se vê quando se anda pelas ruas dessas cidades é muita gente circulando, algumas até sem máscaras. Também é possível verificar aglomerações, jogos de futebol e até uma cervejinha entre os amigos. E mesmo com a reabertura de grande parte do comércio em todo o DF, Ibaneis Rocha, pede que as pessoas evitem esses comportamentos e fiquem em casa.

Todo o Distrito Federal possui mais de três milhões de habitantes. As cidades de Ceilândia, Samambaia e Estrutural, que preocupam em número de infectados e mortes pela Covid-19, possuem, juntas, mais de 740 mil moradores.

Radioagencia Nacional

Powered by Rock Convert

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Enem 2020: Inep seleciona professores para formular e revisar questões do exame

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: