Mercado Sul realiza o 9º Arraiá do Beco

Mercado Sul realiza o 9º Arraiá do Beco

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

“Festa, trabalho e pão” tem sido o lema e o norte do Mercado Sul, que há anos é símbolo de cultura e diversidade em Taguatinga. Muitos artistas, grupos e coletivos residem ou já passaram por lá, oriundos das artes cênicas, música, artesanato e economia solidária. Com variadas atividades e eventos, o Arraiá do Beco tem sido a mais tradicional festa do espaço, que movimenta cultura e política. Neste ano, o Arraiá, que tradicionalmente acontece em agosto, será no dia 17, sábado, das 15h às 23h, com diversas atrações culturais para toda a família. Teremos: Praça dos Mamulengos; Duo Ana Flor; Coral e Orquestra Experimental Voz Jovem; Baque Mulher BsB; Jongo do Cerrado; Raíz de Macaúba; Galeria Instrumental; Pé de Cerrado; Som de Papel e Forró do B. A festá também contará com comidas típica e produtos artesanais ecológicos , além de um “Flash Day Tattoo”, tudo a preços populares. O evento tem entrada gratuita.

Questão Política

O tema do Arraiá do Beco deste ano será o Girassol, simbolizando esperança e luta, pois no dia 19, segunda, a Ocupação Mercado Sul terá a 1ª. Audiência de Conciliação da Ação Civil Pública, que cobrará do Governo do Distrito Federal o reconhecimento e valorização de expressões culturais e cidadãs realizadas por grupos no local, que tem sido ameaçadas e precarizadas. O espaço tem passado por um processo de ocupação desde 2015, onde lojas abandonadas foram ocupadas com arte e cultura, mas que tem enfrentado problemas políticos e jurídicos para a sua manutenção.

O que é o Mercado Sul Vive?

Caminhando historicamente com a cidade, o Mercado Sul foi construído na década de 50, antes mesmo da inauguração de Brasília, sendo um dos primeiros centros comerciais do DF. Abandonado, com a chegada dos grandes supermercados, foi aos poucos sendo revitalizado pelos moradores, trabalhadores e movimento cultural, mesmo em meio a um processo de especulação imobiliária. De forma organizada, desde 2015, o Movimento Mercado Sul Vive iniciou a ocupação cultural de lojas abandonadas no local. A comunidade e parceiros sociais reivindicam a concessão de uso das lojas abandonadas, que passam por processo de especulação imobiliária há mais de 10 anos. Tais lojas, fechadas e ociosas, afetavam a segurança e a saúde física, social, ambiental e cultural do Mercado Sul, não cumprindo sua função social prevista no Estatuto das Cidades.

Audiência de Conciliação

Dia 19 de agosto, logo após o Arraiá, teremos a 1a. Audiência de Conciliação da Ação Civil Pública. Movida por parceiros do movimento, cobramos do Governo do Distrito Federal reconhecimento e valorização das expressões culturais e cidadãs realizadas pelos grupos no local, sempre de maneira precária e ameaçada: 

O movimento ainda argumenta também sobre a importância da manutenção de patrimônios culturais registrados pelo Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, e que são realizados de forma permanente no Mercado Sul, como o: Mamulengo, o Samba de Roda e a Capoeira.

SERVIÇO

9º Arraiá do Beco 

Sábado, 17 de agosto

15h às 23h

Local: QSB 12/13 – Taguatinga Sul

Contatos e Informações: (61) 98281-9793 – Eli Ferreira

Facebook e Instagram: @mercadosulvive

PROGRAMAÇÃO

15h Praça dos Mamulengos

16h Duo Ana Flor

17h Coral e Orquestra Experimental Voz Jovem

18h Baque Mulher BsB

18h Jongo do Cerrado (Palco Paralelo)

19h Raíz de Macaúba

20h Galeria Instrumental

21h Pé de Cerrado

22h Som de Papel

23h Forró do B.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: