Polícia prende grileiro que incendiou ônibus após derrubadas no Sol Nascente

Polícia prende grileiro que incendiou ônibus após derrubadas no Sol Nascente

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Agentes da 19ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, realizaram o cumprimento de dez mandados de busca e apreensão durante a Operação Hefesto. A ação visou coletar elementos de prova para identificar os autores do crime de incêndio ocorrido em uma chácara na área de atuação da delegacia, na noite do dia 10 de março deste ano. O nome da operação faz referência ao deus do fogo da mitologia grega.

As investigações confirmaram a vinculação do incêndio do ônibus com o fato do programa DF Legal, ter efetuado a derrubada de lotes no Setor Sol Nascente. Durante a ação do DF Legal, houve intenso conflito com os servidores e principalmente com a Polícia Militar do DF.

A operação contou com a participação de pelo menos 80 policiais, equipes táticas e de cães farejadores da Divisão de Operações Especiais, com o apoio do helicóptero Carcará da Divisão de Operações Aéreas (DOA/PCDF).

Durante as buscas, em um dos alvos, foi encontrada uma espingarda calibre .12, sem autorização legal. Um indivíduo, de 39 anos, foi preso em flagrante pelo crime de posse de arma de fogo.


De acordo com o delegado da 19ª DP, Rafael Andrade Catunda, os moradores dos barracos demolidos, em represália à ação, resolveram atear fogo no ônibus para inibir nova ação da Agefis e amedrontar os moradores para não denunciar os grileiros envolvidos nos lotes derrubados. “Oito pessoas já foram identificadas como suspeitos desse crime e as investigações prosseguem”, finaliza o delegado.

*Com informações da PCDF

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Covid-19: Pacientes recebem alta do Hospital de campanha

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: