Prato Cheio: retirada de cartão começa segunda (22)

Prato Cheio: retirada de cartão começa segunda (22)

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
O benefício de R$ 250 poderá ser sacado por 26 mil pessoas que solicitaram cestas básicas em unidade de atendimento socioassistencial 

A consulta sobre os beneficiados pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para retirar o Cartão do Prato Cheio continua aberta. O programa irá repassar R$ 250 para as 26 mil pessoas que já solicitaram cestas básicas de alimentos em alguma das unidades de atendimento socioassistencial do Distrito Federal. O benefício permite a aquisição de itens da cesta básica e de pão e leite nos mercados da cidade.

“O Prato Cheio, além de fazer girar a economia local, uma vez que os alimentos vão ser comprados nos estabelecimentos comerciais da região, permite a autonomia dessas famílias na hora de escolher os produtos alimentícios”, destaca da secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Os beneficiários precisam acessar este site para obter a informação sobre o agendamento, com o dia e o local, em que seu cartão estará disponível para ser retirado. Os cartões serão entregues aos beneficiários, entre os dias 22 de junho e 1º de julho, nas agências do BRB indicadas para a retirada.

O BRB vai utilizar o endereço do beneficiário, informado no momento do cadastro de requisição da cesta básica, para definir a agência bancária para a retirada do cartão.

Benefício
O Programa Prato Cheio é um auxílio de segurança alimentar e nutricional, com transferência de crédito para aquisição de itens da cesta de alimentos e de pão e leite, como forma de garantir alimentação às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional no Distrito Federal. 

O valor do benefício é de R$ 250, com uso restrito em estabelecimentos alimentícios. O cartão do Prato Cheio não estará habilitado para a função saque.

Estão na lista para receber o auxílio famílias que já solicitaram a cesta de alimentos em alguma unidade de assistência social, como os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) – desde que o requerimento esteja registrado no Sistema Integrado de Desenvolvimento Social (SIDS) da Sedes e atenda aos critérios e perfil de acesso do programa. No mês passado, já foram emitidos 10 mil cartões do programa para famílias em insegurança alimentar no DF.

LEIA TAMBÉM -   Os 142 abrigados no alojamento de Ceilândia testam negativo para Covid-19

Têm direito ao benefício, famílias de baixa renda –  com renda familiar igual ou inferior a 1⁄2 salário mínimo (R$ 522,50) per capita – e que residem no Distrito Federal e declaram encontrar-se em situação de insegurança alimentar. 

Entre as famílias com esse perfil, serão priorizadas aquelas que são monoparentais chefiadas por mulheres com crianças de 0 a 6 anos. Na composição familiar ter a presença de crianças de 0 a 6 anos, pessoas com deficiência e pessoas idosas.

O benefício poderá ser concedido cumulativamente com outros benefícios socioassistenciais, como o Bolsa Família e o DF Sem Miséria, desde que atenda os critérios de elegibilidade.


Para saber o local e data de retirada do cartão

  • O cidadão deve acessar o site www.rendaemergencial.brb.com.br.
  • Será preciso inserir o CPF e a data de nascimento
  • Ao fim da consulta, será informado o dia determinado para que o usuário vá uma agência do BRB para a retirada do cartão. Mas atenção: o usuário deve ir apenas na unidade indicada ao final da consulta. É só nela que ele conseguirá retirar o cartão.

Por ordem alfabética

  *   Beneficiários do programa Prato Cheio com iniciais dos nomes de letras A, B e C poderão retirar o cartão na segunda, dia 22 de junho.  É preciso ir à agência do BRB indicada na mensagem informada no momento da consulta.  Para facilitar ainda mais, o BRB também vai abrir as agências mais cedo, às 8h, para atendimento ao público. É preciso apresentar documento com foto e CPF.

  *   Já os beneficiários com nomes iniciados pelas letras D e E terão os recursos disponíveis na terça, 23.

  *   Quarta, dia 24, é a vez dos usuários com as letras F, G, H e I.

  *   Beneficiários com nomes iniciais em J, K e L recebem dia 25, quinta.

  *   Na sexta, dia 26, é a vez dos que têm nome iniciado com M.

  *   O dia 29 é voltado aos beneficiários com os nomes de letra inicial N, O, P e Q.

  *   No dia 30, a entrega dos cartões será feita aos com nomes iniciais em R.

  *   Por fim, o dia 1º é voltado aos beneficiários que têm o nome com S, T, U, V, W, X, Y e Z.


Com informações da Sedes

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Via MN3, em Ceilândia, ganha 51 novos lotes para uso misto

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: