Conselho Tutelar de Ceilândia passa a fazer atendimentos com intérprete de Libras

Conselho Tutelar de Ceilândia passa a fazer atendimentos com intérprete de Libras

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Para garantir qualidade ao atendimento prestado às pessoas surdas nos conselhos tutelares, a Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF) começou a disponibilizar intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para auxiliar na comunicação entre os conselheiros e a população com deficiência auditiva.

O primeiro atendimento com o novo serviço foi realizado nesta segunda-feira (1) no conselho tutelar de Ceilândia. “A ideia de trazer a interpretação de LIBRAS para os conselhos surgiu após a demanda de uma conselheira tutelar de Ceilândia, que precisava atender os pais de uma criança com deficiência auditiva. Com o apoio da intérprete foi possível o atendimento mais humanizado e acessível, gerando assim precisão na coleta das informações para os devidos encaminhamentos”, afirmou a Subsecretária de políticas para Crianças e Adolescentes, Adriana Faria.

Para requisitar a interpretação em LIBRAS será necessário o agendamento prévio. O serviço poderá ser solicitado para qualquer um dos 40 conselhos tutelares em funcionamento no DF.

Segundo o Subsecretário de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial, Juvenal Araújo, a ação faz parte do compromisso do Sejus em garantir e promover os direitos das pessoas com deficiência. “O Distrito Federal possui mais de 500.000 mil pessoas com deficiência, sendo mais de cem mil surdas, a Sejus tem o compromisso em atender as necessidades desse público, com o fortalecimento da Central da Intérprete de LIBRAS, a fim de garantir a equiparação de oportunidades dos cidadãos”, explicou.

Essa iniciativa é resultado do trabalho integrado de duas subsecretarias da Sejus: Subsecretaria de políticas para Crianças e Adolescentes e a Subsecretaria de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial.

*Com informações da SEJUS

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: