Consulte aqui o resultado da 1ª chamada do Prouni 2019.2

Consulte aqui o resultado da 1ª chamada do Prouni 2019.2

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O resultado da 1ª chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019 já está disponível (consulte aqui). Para as 169 mil bolsas de estudo disponibilizadas pelo Ministério da Educação (MEC), houve 417.102 inscritos e 797.615 inscrições, já que cada candidato poderia concorrer a até duas oportunidades. Foram ofertadas 68.087 bolsas de estudos integrais, com 100% de desconto na mensalidade, e 101.139 parciais, com 50% de desconto. 

Quem não consta na lista de pré-seleção pode ainda tentar a lista de espera, que será divulgada entre 15 e 16 de julho. No entanto, os aprovados no Prouni têm até 25 de junho para comprovar as informações fornecidas no ato da inscrição. É preciso comprovar a renda familiar bruta mensal entre 1,5 e 3 salários mínimos, a depender do perfil de vaga em que o estudante foi aprovado. Confira abaixo os documentos (originais e cópias) que devem ser apresentados: 

  • documento de identificação próprio e dos demais membros do grupo familiar;
  • seu comprovante de residência e dos membros do grupo familiar;
  • comprovante de separação ou divórcio dos pais ou certidão de óbito;
  • comprovante de rendimentos individual e dos integrantes de seu grupo familiar;
  • cópia de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou escritura pública determinando o pagamento de pensão alimentícia, caso esta tenha sido abatida da renda bruta de membro do grupo familiar;
  • comprovantes dos períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em escola pública, quando for o caso;
  • comprovante de bolsa de estudo integral durante os períodos letivos referentes ao ensino médio, cursados em instituição privada, emitido pela respectiva instituição, quando for o caso;
  • comprovante de efetivo exercício do magistério na educação básica pública integrando o quadro de pessoal permanente da instituição, quando for o caso;
  • laudo médico atestando a espécie e o grau da deficiência, quando for o caso, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID;
  • quaisquer outros documentos que o coordenador do ProUni eventualmente julgar necessários à comprovação.

Agência Educa Mais Brasil 

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: