Eixo Monumental vai ganhar faixas exclusivas para ônibus

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Nas duas faixas poderão circular, além dos coletivos das linhas do DF e do Entorno, táxis e veículos de transporte escolar

Na Semana Nacional de Trânsito, comemorada de 15 a 25 de setembro em todo o país, o brasiliense recebe uma novidade: o Eixo Monumental vai ganhar faixas exclusivas para o transporte coletivo.

O projeto do Governo do Distrito Federal (GDF), desenvolvido pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) com o apoio do Departamento de Trânsito (Detran) do DF, vai dar mais rapidez às linhas de ônibus que enfrentam problemas de redução de velocidade em horários de pico.

Nas duas faixas poderão circular, além dos coletivos das linhas do DF e do Entorno, táxis e veículos de transporte escolar.

Para todos os outros a passagem será proibida. E se ganham os passageiros que poderão circular por esses corredores, ganham também os motoristas e passageiros que não transitarão por elas, já que os veículos grandes deixam de circular entre os pequenos.

Mais fluidez

A implementação ocorrerá na via S1, sentido Cruzeiro-Esplanada dos Ministérios, e na N1, sentido Congresso Nacional-Setor Militar Urbano (SMU). Cada lado tem 7,5 quilômetros de extensão. A previsão é de que, com os corredores exclusivos, o tempo de viagem dos ônibus seja reduzido

As duas pistas são compostas por seis faixas cada uma, sendo a mais à esquerda priorizada a ciclistas nos finais de semana e feriados. Os locais das paradas de ônibus permanecerão inalterados e nas entradas para outras vias e para o Parque da Cidade, por exemplo, a linha de sinalização passará de contínua a pontilhada. Responsável por ajustes técnicos, o Detran fará a sinalização horizontal e vertical das faixas quando o projeto for implantado. 

*Com informações da Agência Brasília

Powered by Rock Convert

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Universidade carioca disponibiliza na internet cartilhas sobre saúde mental na pandemia

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: