Governo desiste de construir cemitério na ADE de Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) havia iniciado os trâmites para a construção do cemitério em Ceilândia

Douglas Protázio

O GDF voltou atrás e não vai mais construir um cemitério na Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) Descoberto, em Ceilândia. Após mobilização de moradores, ficou acordado que a área será destinada à construção de casas; a nova QNR 06. 

A decisão foi articulada em uma reunião entre lideranças locais, o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente, CODHAB e Terracap. A Companhia Imobiliária de Brasília já havia iniciado os trâmites para a construção do cemitério.

Imagens cedidas ao DC.

No Diário Oficial do Distrito Federaldo dia 25 de setembro, a companhia fez um requerimento de licença prévia ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram) para parcelamento do solo na ADE.

O objetivo do órgão era dividir o terreno em quatro lotes, sendo um deles para a implantação do cemitério. 

*Douglas Protázio é estudante de jornalismo e criador do Diário de Ceilândia.

Powered by Rock Convert
LEIA TAMBÉM -   Professores unirão música e história para dar dicas sobre redação do Enem 2020

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: