Jovem preso injustamente por quase 3 anos pede ajuda para recomeçar a vida

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Lucas tem 26 anos e enfrentou uma fase bem ruim nos últimos 3 anos. Ele foi preso acusado de assalto e chegou a ser condenado a 77 anos de prisão, em Brasília

Por Razões para acreditar

A justiça do Distrito Federal reconheceu as inconsistências na investigação e Lucas pôde voltar para a sua vida.

Só que ele ainda enfrentará uma grande batalha para conseguir sua reinserção no mercado de trabalho. Por isso, ele precisa da nossa ajuda.

Foi lançada uma vaquinha na Voaa para ajudar o Lucas e toda a família recomeçarem em um novo lar. Faça a sua contribuição clicando aqui!

Entenda o caso

Em dezembro de 2017, cinco assaltos e uma tentativa de latrocínio aconteceram em Ceilândia e no Recanto das Emas, no DF.

Lucas disse que, naquele dia, acordou pela manhã, tomou café e, em seguida foi para a rua, onde costumava soltar pipa. Ele então foi abordado por alguns policiais civis e acabou sendo apontado como suspeito dos crimes.

Jovem preso injustamente por quase 3 anos é solto e recebe apoio de internautas para recomeçar sua vida 1

Na delegacia, Lucas chegou a ser reconhecido por algumas das vítimas e, por isso, não deixou o sistema carcerário da capital federal.

Desde então o jovem vem tentando provar a sua inocência. Nesse tempo, um dos policiais responsáveis pela investigação dos crimes, defendeu a inocência de Lucas. Ele conseguiu apresentar indícios de que o rapaz não estava envolvido nos crimes.

Ele procurou a defensoria pública do DF conseguiu apresentar indícios de que o rapaz não estava envolvido nos crimes. Além disso, um detalhe importante havia passado em branco pelos responsáveis da investigação: o carro usado para cometer os assaltos foi utilizado em outros delitos, dez dias após a prisão de Lucas.

Retorno ao lar

Após um longo processo para provar a sua inocência, Lucas conseguiu e, enfim, saiu da prisão.

Lucas foi preso injustamente

Lucas foi solto de madrugada e ainda teve que andar por três horas até a rodoviária do Plano Piloto, para tentar voltar para casa.

LEIA TAMBÉM -   Lançada a pedra fundamental da Fazenda da Esperança, em Ceilândia

Mas o esforço valeu a pena. Ele agora está junto da família e do filho, que hoje está com cinco anos.

Lucas lamenta o fato de ter perdido uma parte da infância do garoto, mas está feliz em poder estar junto dele daqui pra frente.

O dinheiro da vaquinha será para ele se manter até conseguir um emprego e também compra de uma casa, já que hoje mora de aluguel com uma tia.

Vamos ajudar esse rapaz? Clique aqui e faça a sua contribuição!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: