Licitação de 2018 para drenagem e asfaltamento em Ceilândia é alvo do MPDFT, diz site

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) investiga denúncia sobre supostas irregularidades na concorrência pública para obras de drenagem pluvial, pavimentação asfáltica, urbanização e mobilidade urbana em Ceilândia, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A licitação nacional nº 1/2018 resultou no contrato fechado em dezembro do ano passado, na gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB), com o Consórcio ADE Ceilândia por R$ 48.091.750,59, informa o site de notícias Metrópoles.

Segundo o Metrópoles, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) instaurou uma notícia de fato após receber comunicação anônima em 10 de abril de 2019. Existem, segundo a denúncia, indícios substanciais de adulteração de documento apresentado pelo vencedor, afronta ao princípio da transparência e violação aos direitos dos outros licitantes. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico negou qualquer ato ilícito no processo.

MPDFT encaminhou ofício à pasta, cujas informações sobre os fatos descritos na representação chegaram à Prodep em 24 de junho de 2019. “Ainda estão sob análise, de forma que ainda não houve formação de convencimento acerca de eventuais irregularidades”, explicou o Ministério Público, em nota. Matéria completa do Metrópoles aqui.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: