Lixo e entulho são jogados em terrenos limpos e cercados, em Ceilândia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Mesmo com as constantes limpezas e cercamento de áreas públicas na região, além de placas de advertência moradores e carroceiros insistem em desrespeitar à legislação

Na tentativa de evitar que à população descarte irregularmente o lixo em áreas públicas, a Administração Regional de Ceilândia cercou 11 grandes terrenos que antes eram usados como lixões a céu aberto. Os espaços passaram por revitalização, limpeza, cercamento e sinalização com placas de advertência.  Mas a iniciativa não tem coibido a prática de alguns moradores e carroceiros de fazer o descarte irregular do lixo e entulho nos locais.

Nesta terça-feira (30), a área cercada da QNN 15, em Ceilândia Norte, amanheceu com lixo, entulho e resto de obras que foram descartados irregularmente em cima da calçada, o que impedia a circulação de pedestres.  

A moradora Luciana Carvalho, de 52 anos, que mora em frente ao local, conta que, no início da manhã o terreno já estava cheio de telhas, garrafas e até um tubo de televisão. “Acho uma falta de respeito total com o espaço em que vivemos.   A Administração veio limpou e cercou o terreno, mesmo assim as pessoas sem educação sujam o espaço. É um absurdo!  Não é a primeira vez que isso acontece! ”, desabafa a ceilandense.

Constantemente, o local era usado irregularmente por carroceiros e pela própria comunidade como um depósito de lixo. No terreno, era possível encontrar todo tipo de descarte, lixo doméstico, eletrônicos, pneus velhos, garrafas, restos de obras e até animais mortos. A área foi totalmente limpa e cercada. Infelizmente, o espaço voltou a receber entulho e lixo doméstico, mesmo com uma placa indicando que é proibido jogar lixo.  

O Administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí, ressalta que, constantemente, terrenos públicos da região passam por limpeza e que as áreas mesmo limpas e com placas advertindo sobre a proibição de jogar lixo, alguns cidadãos insistem em sujar. “Estamos buscando várias alternativas para coibir essa prática em Ceilândia, inclusive dando utilidade aos espaços e realizando o cercamento! Mas a questão de jogar lixo na rua tem sido algo cultural na cidade, mas precisamos mudar essa realidade. O lixo atrai insetos, dengue e outras doenças! Peço que toda à comunidade se una e denuncie os sujões! enfatiza Marcelo Piauí

LEIA TAMBÉM -   Praça do Cidadão em Ceilândia é revitalizada

Marcelo Piauí também esclarece que desde janeiro a Administração de Ceilândia tem realizado mutirões de limpeza em toda a região. Por dia, cerca de 40 toneladas de lixo são retiradas das ruas.  Além disso, são recolhidos móveis velhos, resto de obras, pneus e eletrodomésticos. Muitas vezes os terrenos são limpos e voltam a ser sujos pela própria comunidade. A Administração tem orientado à comunidade e pede apoio para que não descartem seus lixos de forma irregular. 

Legislação

A legislação vigente referente à Fiscalização de Limpeza Pública prevê a aplicação de multas para quem for pego jogando lixo em área pública que pode variar de R$ 114 a R$ 11 mil. Além disso, é considerado crime jogar em terrenos baldios ou becos qualquer tipo de resíduo, seja domiciliar, comercial, industrial, entulho de obra, restos de poda de árvores e plantas, entre outros, conforme Lei Distrital nº 972, de 11 de dezembro de 1995, que dispõe sobre os atos lesivos à limpeza pública.

TERRENOS CERCADOS

Ceilândia Sul

QNM 33

QNM 28

QNM 15 (dois terrenos cercados)

QNN 16

QNN 12

QNM 29

Ceilândia Norte

QNM 16

QNM 8

QNN 15

Setor O

QNO 8, Setor O

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: