Mãe que deu tapa na cara de educadora de Ceilândia pede desculpas em público

Mãe que deu tapa na cara de educadora de Ceilândia pede desculpas em público
Imagem reprodução G1-DF

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

A mulher que deu um tapa no rosto de uma educadora, em junho deste ano, em Ceilândia, fez um pedido de desculpas público à vítima, na manhã desta terça-feira (29). A medida faz parte de um acordo homologado na Justiça entre as duas envolvidas. As informações são do G1-DF.

Estudantes e professores da escola Caic Bernardo Sayão, em Ceilândia, acompanharam a ação. A agressora, Maria do Socorro dos Santos, de 31 anos, é mãe de uma aluna e se irritou após a filha passar mal na escola.

Na ocasião, Joane Vieira e Silva, de 29 anos, trabalhava como voluntária no colégio e questionou se a criança vinha se alimentando bem em casa. O momento da agressão foi registrado pelas câmeras de segurança.

No texto lido nesta terça (29), a mãe da estudante diz estar arrependida. O pedido de desculpas foi escrito durante a audiência de conciliação, em outubro. “Reconheço a gravidade e consequências geradas”.

“Reconheço o erro que cometi em um momento de descontrole e, por isso, venho em público me retratar pedindo desculpas à professora Joane.”

A agressora falou no pátio da escola, ao lado do advogado e na presença da vítima, de alunos e outros professores. Enquanto lia o texto, Maria do Socorro não olhou para Joane e saiu sem falar com a imprensa. Matéria completa e vídeo do G1-DF aqui.

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Saúde recebe denúncias de pessoas trabalhando com suspeita de Covid-19

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: