Mais 15 instituições de ensino federais terão aulas remotas na pandemia

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Das 42 redes de ensino, 13 já haviam aderido à modalidade on-line

Até o final do mês, mais 15 instituições de ensino técnico componentes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica irão aderir ao ensino remoto durante a pandemia. A medida ocorre em virtude do distanciamento social imposto como medida de segurança à Covid-19.

Das 42 instituições que oferecem esse tipo de curso, 13 já estavam funcionando com ensino a distância, como mostra o portal de monitoramento dessas instituições. Foram destinados aproximadamente R$ 20 milhões pelo Ministério da Educação (MEC) para apoiar a estruturação dessas atividades não presenciais.

Segundo o MEC, o montante está em fase de descentralização e atenderá demandas como aquisição de equipamentos para conectividade e ações a distância, expansão de atividades em educação a distância, inclusão digital.

Já a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC informou que o acesso dos estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica às aulas é prioridade. A pasta diz que vai viabilizar internet de qualidade para 173 mil estudantes de renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa.

O órgão também informa que vai destinar para esse mesmo público equipamentos de informática usados, em bom estado e com configuração compatível às atividades de aprendizagem. Inicialmente serão atendidos 1.000 estudantes de cinco institutos federais, com desktop e monitores.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Powered by Rock Convert

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Regularização do ensino domiciliar é aprovada na Comissão de Educação, Saúde e Cultura

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: