MEC planeja aplicação da prova do Enem para cada série do ensino médio

MEC planeja aplicação da prova do Enem para cada série do ensino médio

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

O formato atual de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode estar com os dias contados. O Ministério da Educação (MEC) avalia substituir a aplicação das provas como funciona atualmente por um novo modelo.

A deia é iniciar o exame desde a primeira série do ensino médio até os dois anos subsequentes, totalizando, ao final dos três anos, a nota que o estudante irá disputar vagas no ensino superior. De acordo com o planejamento da pasta da Educação, o projeto deve ser executado já em 2021 e ampliado de forma gradual.

O cronograma inicialmente traçado prevê a incorporação das turmas em 2022 e 2023, quando todo o ciclo regular do ensino médio estará englobado. Escolas públicas e privadas devem passar pelo exame de modelofragmentado.

Os especialistas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) irão analisar a viabilidade da proposta. Caso a mudança seja aprovada, ela irá ocorrer simultaneamente com a introduçãodoEnem digital, anunciado no ano passado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

O Enem nos moldes atuais continuaria existindo, mas para um público residual: quem já terminou há tempos o ensino médio e quer disputar vaga em universidades e para os estudantes que perderem uma das provas do exame seriado. Poderá haver, portanto, o “Enem geral” e o “Enem seriado”.

Fonte: Juliete Neves – Agência Educa Mais Brasil

Veja mais:

LEIA TAMBÉM -   Aplicação das provas do Encceja é adiada por conta da pandemia; confira nova data

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: