Obras de setorização de redes avançam em Ceilândia

Imagem: Correio Braziliense

Compartilhe essa matéria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Nova etapa será feita entre as 20h de quarta-feira (2) e 8h de quinta-feira (3), período em que regiões da cidade ficarão sem água

Agência Brasília

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) realizará mais uma etapa das obras de setorização em Ceilândia. O objetivo é reduzir perdas e melhorar a qualidade da água distribuída, com a substituição da tubulação de ferro por outra mais moderna, em polietileno (PEAD). Também serão criados distritos de medição e controle para facilitar a manutenção das redes e reduzir a pressão da água, evitando rompimentos e vazamentos da tubulação.

Em Ceilândia, o sistema de setorização de redes será implantado em parte da cidade, beneficiando 433 mil pessoas. O investimento é de R$ 21.773.406,46, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Desta vez, o serviço será feito durante a madrugada, para minimizar os efeitos do corte temporário de água, recurso que será necessário. Com isso, moradores das QNN 1 a 40, das QNP 1 a 36, do Pôr do Sol, do Setor de Oficinas de Ceilândia, do Sol Nascente, da Quadra 501, VC 311 e delegacias, além das chácaras Novo Horizonte, Boa Vista e as de números 21, 34, 51, 53A, 53B, 67, 127A, 127B, 141, 149, 150, ficarão sem abastecimento entre as 20h de quarta-feira (2) e 8h de quinta-feira (3).

A Caesb ressalta que, de acordo com o artigo 50 da Resolução nº 14 da Adasa, de 27 de outubro de 2011, que estabelece as condições da prestação e utilização dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no Distrito Federal, toda unidade usuária deve contar com reserva de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário para sofrer menos com a interrupção do fornecimento de água.

LEIA TAMBÉM -   Aprovado projeto para nova etapa do BRT na Avenida Hélio Prates

Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões, a população pode entrar em contato com a Caesb pelo telefone 115.

Deixe uma resposta

Veja Também:

Últimas Postagens

Siga-nos nos Facebook

%d blogueiros gostam disto: